Antes de reunião com Carlos Lupi, vereadores do PDT especulam anúncio de candidato na quarta (15)

Presidente nacional da sigla tem encontro com os parlamentares; partido realiza encontro regional em Fortaleza

Presidente estadual do PDT, André Figueiredo, pré-candidato a presidente Ciro Gomes e presidente nacional, Carlos Lupi, estarão em encontro do partido em Fortaleza nesta quarta (15)
Legenda: Presidente estadual do PDT, André Figueiredo, pré-candidato a presidente Ciro Gomes e presidente nacional, Carlos Lupi, estarão em encontro do partido em Fortaleza nesta quarta (15)
Foto: Kléber A. Gonçalves

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, em Fortaleza para o congresso regional do partido, tem almoço nesta terça-feira (14) com a bancada do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza. Vereadores especulam se o partido poderá confirmar o nome do candidato nesta quarta-feira (15), no evento regional do partido, o que é pouco provável. 

O partido detém a maior bancada partidária na Casa com 10 parlamentares, entre eles o presidente Antônio Henrique e o líder do prefeito José Sarto na Câmara municipal, Gardel Rolim. 

O encontro dos parlamentares com Lupi ocorre em meio aos debates acalorados nos bastidores na fase que antecede a escolha do partido pelo nome do candidato ao governo do Estado, que ainda deve ser formalizado pelo partido. 

Na manhã desta terça-feira, o assunto entre vereadores da base era justamente a indicação do partido para o embate político de outubro. Na Câmara, majoritariamente, a bancada defende o nome do ex-prefeito Roberto Cláudio como o candidato do partido e da aliança governista. 

O parlamentar com mais visibilidade na defesa da candidatura do ex-prefeito tem sido o vice-presidente da Casa, Adail Júnior. Nas redes sociais, ele tem provado petistas e respondido a questões colocadas nos bastidores. As intervenções geram ainda mais burburinho na aliança. 

Lupi, recentemente, em entrevista ao Jornal O Globo, fez uma sinalização favorável a Roberto Cláudio na disputa do Ceará, único estado comandado pelo partido no País. 

Roberto disputa a preferência do partido e da aliança com a governadora Izolda Cela que tenta uma candidatura à reeleição. O maior embate entre os aliados envolve PT e PDT. 

Na última semana, o deputado federal José Guimarães, que lidera a corrente majoritária no partido, sinalizou um veto do partido ao nome de Roberto Cláudio. Os embates se arrastam desde março passado e a tensão tem escalado nas últimas semanas.

Até o fim da primeira quinzena de julho deve sair uma decisão do PDT sobre o candidato. Nesta manhã, os vereadores especulavam se seria possível o partido confirmar a candidatura já neste evento regional, que reunirá pedetistas de todo o Nordeste. A conferir.