Diageo já exporta Ypióca para Japão e China

As exportações da cachaça cearense deram um salto: saíram de 3 para 16 países, informa a britânica Diageo, que é dona da marca cearense e também das mais famosas marcas mundiais de bebidas.

Legenda: A cachaça cearense Ypióca, cuja proprietária é o grupo britânico Diageo, já estásendo exportada para a China.
Foto: Divulgação/Diageo

Líder mundial em bebidas alcoólicas premium e proprietária da marca de cachaça Ypióca, genuinamente cearense, ampliou em mais de cinco vezes a quantidade de países para os quais exporta a partir do Brasil.


 
O salto foi de 3 para 16 países, nos dois últimos anos. Causa: o avanço da internacionalização da Ypióca. 

Entre os novos compradores estão duas potências do consumo, China e Japão. 

“As nações como um todo, e principalmente as orientais, têm apreço pela tradição da Ypióca, a marca de cachaça mais antiga do Brasil, criada em 1846, bem como pela responsabilidade social praticada pela companhia, algo materializado nas garrafas, que têm revestimentos em palha de carnaúba trançada à mão por artesãos de comunidades e pelas internas do sistema penitenciário do Ceará, empoderados socioeconomicamente”, como explica a gerente de marketing da Ypióca, Bárbara Carvalho. 

Ela diz que a Ypióca “conquistou paladares mundo afora e, atualmente, está presente nos cardápios dos principais bares, redes de restaurantes, feiras internacionais, eventos e lojas de varejo, com destaque para mais de 600 parcerias na França, especialmente com a rede de hipermercados Carrefour”.

Outra informação de Bárbara Carvalho: a cachaça Ypióca está, também, nos menus dos navios de cruzeiros internacionais.