Evangelho de hoje (Lc 21,20-28)

Jesus disse aos seus discípulos: "Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas"

Legenda: Diz Jesus sobre o que está por vir: "Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas"
Foto: Divulgação

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, ficai sabendo que a sua destruição está próxima. Então, os que estiverem na Judéia, devem fugir para as montanhas; os que estiverem no meio da cidade, devem afastar-se; os que estiverem no campo, não entrem na cidade. Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras. Infelizes das mulheres grávidas e daquelas que estiverem amamentando naqueles dias, pois haverá uma grande calamidade na terra e ira contra este povo. Serão mortos pela espada e levados presos para todas as nações e Jerusalém será pisada pelos infiéis, até que o tempo dos pagãos se complete. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas. Os homens vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas. Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima.'  

Reflexão – “O tempo da libertação se aproxima”

Este Evangelho é providencial para o tempo em que vivemos, pois, se aproxima o tempo do Advento, tempo de espera e arrependimento! Por isso, as palavras de Jesus nos servem de alerta para que estejamos conscientes das nossas ações e atentos (as) ao que pode significar as coisas que acontecem ao nosso redor. Jesus nos adverte dos fenômenos que acontecerão no mundo e com as pessoas, antes da Sua vinda gloriosa. Se prestarmos atenção, muitos sinais já se fazem notar hoje, no mundo.  A maioria das pessoas se aterroriza quando ouve falar desses prognósticos, porém, os que têm a percepção dos ensinamentos evangélicos, compreendem que as palavras de Jesus vêm nos edificar e nos ajudar a manter a esperança na nossa libertação. O mundo à nossa volta se angustia e sofre, realmente, como uma mulher com as dores do parto, no entanto, isto é prenúncio de libertação. O próprio Jesus é quem nos esclarece quando diz: “Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima”.  Jesus já veio como homem e chegou para nós por meio do seio de Maria, se entregou por nós, foi crucificado, morto e ressuscitado para a nossa Salvação. Um dia ele voltará numa nuvem com grande poder e glória. Será um dia tremendo!  Não podemos mudar os prognósticos de Jesus e todos esses fatos já estão acontecendo. Porém, às vésperas de mais um Natal todos podemos assumir o nosso posto de guardiões da fé sem temor, na certeza de que o tempo da libertação se aproxima e deixando que o Natal de Jesus aconteça primeiro no nosso coração. - Qual é a percepção que você tem das palavras de Jesus? -  Você se atemoriza quando ouve falar desses acontecimentos? - O que você vê acontecer no mundo, hoje, já confirma isto? - Jesus já veio para você? – Qual a sua expectativa diante de mais um Natal que se aproxima? 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO