Vojvoda tem grande desafio e precisará novamente montar estratégia cirúrgica para vencer o Inter

Técnico argentino pode variar a estratégia, mas sempre traça um plano de jogo que busca a vitória

Vojvoda em reunião com o elenco do Fortaleza
Legenda: Mesmo em pouco tempo, Vojvoda tem bom trabalho no Fortaleza
Foto: Leonardo Moreira / Fortaleza

A vitória do Fortaleza por 2 a 1 sobre o Atlético-MG, na estreia do Brasileirão, fora de casa, foi espetacular para o Tricolor. O resultado foi obtido com base em uma estratégia cirúrgica montada pelo técnico Juan Pablo Vojvoda. Contra o Internacional, neste domingo (6), o argentino tem outro grande desafio e precisará, novamente, mostrar o lado estrategista para vencer o jogo.

O Internacional é um dos candidatos ao título. O time comandado pelo espanhol Miguel Ángel Ramirez busca um estilo de jogo mais propositivo, protagonista, com a posse de bola e construção em passes curtos, com um ataque mais posicional.

Ideias semelhantes às de Vojvoda, inclusive.

Porém, a questão é: mesmo jogando em casa, o Fortaleza já tem capacidade, com menos de um mês de trabalho do novo treinador, de executar os conceitos de forma ideal?

O início é animador, mas vale lembrar que o processo ainda está em evolução. É preciso paciência e cautela para que se chegue no ponto ideal.

Por isso, há uma boa tendência de que se repita o plano de jogo montado para encarar o Galo, e que deu certo: busca por ocupação e gerenciamento dos espaços, com organização defensiva, marcação intensa, rapidez na reação pós-perda para contra-atacar com velocidade e de forma precisa, com efetividade.

Mesmo atuando no Castelão, é o típico de jogo em que o favoritismo não está do lado cearense. Por isso, é necessário cautela e, como Vojvoda costuma dizer, "humildade para correr e personalidade para jogar"