Novo comando, velhos problemas: Ceará é inofensivo contra o Grêmio e Tiago Nunes terá muito trabalho

Logo na estreia, novo treinador vê a repetição de problemas antigos do Alvinegro. Desafio é fazer a equipe evoluir ofensivamente

Fernando Sobral, do Ceará, tenta interceptar chute de Ferreira, do Grêmio
Legenda: Ceará foi ineficaz ofensivamente e ainda teve falhas defensivas
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

O Ceará tem um novo comandante, mas os mesmos problemas de sempre. Ninguém esperava grandes mudanças estruturais, já que o tempo ainda é curto. Mas na derrota para o Grêmio, neste domingo (12), era de se imaginar que haveria algum tipo de evolução. Mesmo que apenas uma mudança de postura, de atitude, de comportamento ou de mentalidade. Na forma de encarar o jogo. Mas a verdade é que o Alvinegro teve atuação preocupante na estreia do técnico Tiago Nunes.

O Grêmio nem fez uma grande partida, mas jogou o suficiente para vencer um Ceará que foi apático e completamente inofensivo em campo, no sentido literal da palavra. O ataque foi absolutamente inoperante.

Jael se posicionando na área contra zagueiros do Grêmio
Legenda: Jael foi titular, mas teve atuação bem abaixo do esperado
Foto: Fausto Filho/Cearasc.com

A primeira e única finalização na direção do gol de Gabriel Chapecó ocorreu aos 46 minutos do 2º tempo, com Erick, que saiu do banco de reservas. E foi um chute fraco, sem perigo, defendido com facilidade.

Mendoza fez uma das piores atuações individuais de jogadores do Ceará no Brasileirão. Se duvidar, a pior. Errou simplesmente tudo e vários momentos mostrou postura displiscente também sem a bola.

Vina não ficou atrás. Sem conseguir criar nenhuma jogada ofensiva de maior perigo. O camisa 29, que é o principal jogador do elenco, precisa entender a responsabilidade que possui e parar de ficar querendo fazer média com o torcedor em redes sociais. Já passou da hora de dar a resposta dentro de campo.

No comando do ataque, o centroavante Jael, isolado, pouco foi acionado, e nas vezes que o foi, acabou errando. Em nenhum momento justificou merecimento pela titularidade.

Erros defensivos

Diego Souza disputa bola com Luiz Otávio
Legenda: Diego Souza levou a melhor sobre Luiz Otávio no 1º gol do Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Com um ataque péssimo, a defesa não pode vacilar. E a linha defensiva alvinegra falhou também nos dois gols do Grêmio. Fabinho, que também fez jogo abaixo, deu muita liberdade para Alisson e Ferreira. No futebol, espaço = tempo para pensar e tomar a melhor decisão.

No primeiro lance, Alisson cruzou na medida para Diego Souza se livrar de Luiz Otávio (que também falhou) e marcar. No segundo, Ferreira limpou para a direita e chutou forte, ampliando.

Trabalho pela frente

tiago nunes
Legenda: Tiago Nunes terá muito trabalho no Ceará
Foto: Thiago Gadelha

O técnico Tiago Nunes terá muito trabalho pela frente. Ele já sabia que o grande desafio seria fazer o time melhorar ofensivamente, tanto coletiva como individualmente, e isso ficou ainda mais claro neste domingo.

É preciso, também, conhecer ainda mais a fundo o elenco que ele tem em mãos. Demorou demais a fazer substituições e, quando fez, não foi feliz. Tirar Fernando Sobral e deixar Fabinho em campo foi incompreensível. O mesmo vale para a saída de Lima, enquanto Vina permaneceu.

Não dá, porém, para responsabilizar Tiago Nunes pelo resultado ou pelo desempenho. São 10 dias de trabalho e a caminhada está apenas começando. Mas a estreia deu a dimensão de que a tarefa não é simples.