Fortaleza mostra nervosismo e desorganização em empate contra o Santos

Tricolor vira o turno na última colocação do Brasileirão

Lucas Crispim em jogo do Fortaleza contra o Santos
Legenda: Lucas Crispim foi vaiado ao ser substituído
Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza

Foi um jogo terrível tecnicamente. O empate em 0 a 0 com o Santos, na noite deste domingo (24), na Arena Castelão, é um resultado simplesmente catastrófico ao Fortaleza, que voltou para a lanterna da Série A do Brasileirão na virada do turno.

Com apenas 15 pontos, o Tricolor agora está a cinco do Cuiabá, que tem 20 e é o 16º, primeiro fora da zona de rebaixamento, mas ainda joga nesta segunda-feira (25), contra o Coritiba.

Em campo, o que se viu foi um Fortaleza nervoso, tentando muitas vezes se lançar ao ataque de forma desorganizada, no abafa.

Mas, na prática, foi pouco criativo. No 1º tempo, teve 11 finalizações, mas nenhuma na direção do gol.

Na 2ª etapa, conseguiu criar mais, mas acabou se expondo bastante e foi o Santos que, nos contra-ataques, mais chegou perto de marcar.

Agora, restam 19 jogos. E são necessários mais 30 pontos para chegar aos 45, o 'número mágico' para fugir do rebaixamento.

Nitidamente cansado, o time sente a parte física e não mostra forças para reagir.