Eficiente, Robson encerra jejum entre os atacantes e se isola na artilharia do Fortaleza em 2021

O camisa 7 já foi alvo de críticas da torcida nas redes sociais, mas inegavelmente tem grande importância para o bom desempenho ofensivo do Tricolor. Os números provam isso

Robson é abraçado por Bruno Melo após gol marcado contra o Athletico-PR
Legenda: Robson marcou o último gol na vitória sobre o Athletico-PR
Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza

A ótima vitória do Fortaleza por 3 a 0 sobre o Athletico-PR, na noite deste sábado (23), teve uma marca especial. Aos 15 minutos do 2º tempo, Robson marcou o último gol do jogo e acabou com um jejum incômodo. Dele e dos outros atacantes.

Robson não balançava as redes desde o dia 7 de agosto. Foram mais de dois meses sem um gol sequer. O último havia sido anotado na vitória por 3 a 2 sobre o Palmeiras, no Allianz Parque. Na ocasião, Igor Torres também marcou. Foi, também, o último gol feito por um atacante do Fortaleza no Brasileirão.

Desde então, nenhum dos atacantes havia marcado pela competição. Foram 12 jogos no período em que os avançados passaram em branco, com jogadores de outras posições balançando as redes.

Com o gol anotado, o camisa 7 chegou a 13 na temporada, se isolando como principal goleador do Leão do Pici em 2021. São 8 na Série A, igualando com Pikachu na artilharia do clube na competição.

Com as seis assitências, ele totaliza 19 participações diretas em gols na temporada. É um número bastante relevante.

Apesar de alguns erros técnicos e de tomada de decisão que ainda comete, o que faz ser criticado por alguns torcedores, Robson tem importância inquestionável para o Fortaleza em 2021.