Time do Povo: Ceará mostra força e responsabilidade social com campanhas e doações; veja ações

O clube auxiliou na localização de uma pessoa desaparecida com ação junto da Polícia Civil

Torcedor do Ceará carrega bandeira do Ceará em ação de comemoração
Legenda: O Ceará Sporting Club completou 107 anos de fundação em 2021
Foto: JL Rosa / SVM

Ao longo dos 107 anos de fundação, o Ceará Sporting Club carrega um sobrenome: Time do Povo. A expressão explica o sentimento de pertencimento ao clube e as raízes históricas. Por isso, a responsabilidade social faz parte do planejamento estratégico alvinegro ao longo da temporada. Está nas metas e nos valores traçados a necessidade de "elevar a paixão e o orgulho através de títulos e vitórias dentro e fora de campo".

O processo ocorre com uma equipe do serviço social própria. Dentre os objetivos, para além da melhor adaptação dos atletas na chegada ao clube, está a organização de trabalhos com a sociedade e a comunidade de modo que esse DNA possa contagiar todos da instituição.

Fernando Sobral caminha com uniforme especial do Ceará
Legenda: Os atletas do Ceará utilizaram uniformes com nomes de pessoas desaparecidas estampados
Foto: Felipe Santos / Ceará

A última medida foi o lançamento da campanha "Um amor que une", com o departamento de marketing alvinegro em parceria com a 12ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Ceará (PCCE). Os jogadores entraram em campo com nomes de pessoas estampados no uniforme, além de telefone para contato, e auxiliaram na localização de uma pessoa.

Ações sociais do Ceará Sporting Club desde 2020

  • Vozão do Bem: arrecadação e doação de alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade.
  • Doação de alimentos e itens de higiene para pessoas que trabalham nos arredores da Arena Castelão e foram afetados pela pandemia de Covid-19.
  • Doação de máscaras e EPIs para o hospital infantil SOPAI.
  • Doação de camisas oficiais autografadas por atletas para arrecadação de fundos em comunidades.
  • Parcerias de divulgação e auxílio com  Hemoce e Instituto Peter Pan.
  • Setembro Amarelo: mobilização interna com atletas e funcionários para sensibilização sobre o tema e uso das respectivas redes sociais para tratar da prevenção do suicídio.
  • Outubro Rosa: mobilização interna com atletas e funcionários para sensibilização sobre o tema e uso das respectivas redes sociais para tratar do câncer de mama.
  • Vozão no Combate ao Trabalho Infantil: parceria com o Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (CE) para conscientização sobre o trabalho infantil.
  • Um Amor que Une: parceria com a Polícia Civil para auxiliar na localização de desaparecidos.

“Nós buscamos atender e transmitir essa responsabilidade social para todos que integram o clube. Buscamos envolver nossos atletas para que vistam essa camisa também fora, com bons exemplos no dia a dia e isso faz com que eles também nos procurem para ajudar, com iniciativas próprias e assim somar com nossa missão”, explicou Ana Claudia, assistente social do Ceará.

Foto com alimentos arrecadados de doação
Legenda: O clube reuniu alimentos e realizou doações para pessoas em situação de vulnerabilidade
Foto: divulgação

O trabalho se estende também às categorias de base, com acompanhamento escolar, incentivo à educação e apoio na vocação profissional externa ao futebol, com foco na formação acadêmica. Essa base permitiu a manutenção do Certificado de Clube Formador na instituição.

Assim, o clube se firma em diversas frentes. Atrelado ao desempenho dentro de campo, constrói alicerces na sociedade e recebe reconhecimento internacional pelo processo de desenvolvimento, como o prêmio Samba Digital Awards 2020, na categoria “Ação Social”, pela campanha com o Tribunal Regional do Trabalho e o selo GPTW de “ótimo lugar para trabalhar”.

Para a sequência do ano, novas pautas estão sendo trabalhadas internamente e serão divulgadas através dos meios oficiais.