Fortaleza supera meta de venda com David e mantém parte dos direitos do atacante; veja valores

O clube acertou a transferência do atacante para o Internacional

David comemora gol pelo Fortaleza
Legenda: O atacante David era um dos destaques do Fortaleza nas últimas temporadas
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O Fortaleza acertou a venda do atacante David ao Internacional neste sábado (15). Comprado por R$ 5 milhões em 2020, o atleta rendeu ao time cearense mais de 100% do investimento e deixa margem para um retorno financeiro futuro, em caso de nova negociação no mercado.

Isso porque o acordo irá render R$ 10,8 milhões aos cofres tricolores. Detentor de 45% dos direitos econômicos do atleta de 26 anos, o clube cearense mantém 10%, logo, vendeu 35%.

Operação de David no Fortaleza

  • 2020: Fortaleza comprou 45% dos direitos econômicos do Cruzeiro por R$ 5 milhões (maior compra da história do futebol cearense).
  • 2022: Fortaleza vendeu 35% dos direitos econômicos ao Internacional por R$ 10,8 milhões (maior venda direta, sem valores acumulativos, da história do futebol cearense).

David comemora gol pelo Fortaleza
Legenda: O atacante David marcou 25 gols com a camisa do Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Os moldes do acordo foram confirmados pelo Diário do Nordeste. Vale ressaltar que a multa do jogador no mercado nacional era de R$ 30 milhões, mas como o Leão era detentor de 45% dos direitos, poderia negociar por montante de até R$ 13,5 milhões.

Deste modo, David encerra uma passagem de destaque pela equipe, onde tinha vínculo até o fim de 2023. O clube buscava a permanência, mas o staff e o atleta desejavam a mudança de ares.

Na última janela, inclusive, o clube cearense recebeu sondagens de times do mercado internacional pelo atleta, que também foi especulado no São Paulo. Nenhum cenário apresentou avanço.

Meta superada

A projeção orçamentária do Fortaleza com venda de atletas em 2022 era de R$ 10 milhões. Assim, apenas a venda de David é suficiente para superar a meta. O movimento é importante para o equilíbrio financeiro, principalmente os com anos de pandemia.

A compra de David foi a maior da história do futebol. O clube recuperou o valor, manteve a projeção futura e recebeu retorno esportivo: o jogador se firmou como titular.

Em campo, se despede com 112 jogos e 25 gols. Pelas características de velocidade de força, era um perfil importante e que será mapeado no mercado, de acordo com necessidades de Vojvoda.