Uefa remarca final da Champions League para a França após ataque da Rússia na Ucrânia

A decisão inicialmente seria no Gazprom Arena, estádio russo do Zenit

Taça da Liga dos Campeões ao lado do escudo da Uefa
Legenda: A Liga dos Campeões da Europa é o principal torneio de clubes do futebol mundial
Foto: divulgação / Uefa

Como prometido, a Uefa agiu rápido e retirou a decisão da Champions League de São Petersburgo, na Rússia. A entidade anunciou nesta sexta-feira (25) que o novo palco será o Stade de France, no dia 28 de maio. A troca ocorreu após reunião extraordinária em resposta imediata à invasão dos russos à Ucrânia.

"O Comitê Executivo da UEFA realizou hoje uma reunião extraordinária na sequência da grave escalada da situação de segurança na Europa. E decidiu transferir a final da Champions League de São Petersburgo para o Stade de France em Saint-Denis. O jogo será jogado como inicialmente programado, no sábado, 28 de maio, às 21:00 CET (17 horas de Brasília)", anunciou a Uefa.

A decisão seria na Gazprom Arena, estádio do Zenit e administrado por um grande parceiro da entidade. Mas a pressão de outras confederações alegando falta de segurança acabou sendo decisiva para a terceira troca seguida do palco da decisão europeia. As duas anteriores foram ocasionadas por causa da pandemia de Covid-19 em Kiev e Istambul e acabaram em Portugal.

Retrospecto

Será a sexta final da Champions League na França e a terceira neste novo palco. Em 2006, o Barcelona fez a festa no Stade de France em decisão emocionante com definição da virada nos minutos finais, com gol heroico do brasileiro Belletti e triunfo por 2 a 1 sobre o Arsenal. Em 2000 o título ficou com o Real Madrid, diante do Valencia.

As outras três decisões da Liga dos Campeões no país foram no Parque dos Príncipes, casa do Paris Saint-Germain (PSG), em 1956, 1975 e 1981. A equipe francesa está nas oitavas, abriu vantagem sobre o Real Madrid com 1 a 0 na ida e busca o título.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte