Onda cearense: mulheres se destacam no surfe brasileiro e dominam ranking

Das 10 maiores surfistas do país, cinco são do Ceará

Legenda: Silvana Lima representou o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio
Foto: Olivier Morin/AFP

Assim como a geração chamada "Brazilian Storm" encantou o surfe mundial, no Ceará, uma onda feminina chegou com força no circuito nacional e ocupou metade do grupo de elite. Das 10 mulheres melhores ranqueadas, cinco são cearenses, sendo o top3 todo do estado.

Silvana Lima é um exemplo de sucesso dessa tempestade nordestina. Referência no esporte, ela ocupa a segunda colocação do ranking brasileiro, com oito títulos nacionais, sendo também a maior campeã de etapas do WCT (World Championship Tour). A cearense de Paracuru também esteve presente na estreia da modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Foi incrível, maravilhoso ver tudo de perto e fico muito feliz de ter participado das Olímpiadas, de ter entrado para a história com o surfe nas olímpiadas pela primeira vez, fico honrada de fazer parte disso e representar o Brasil super bem.
Silva Lima
Surfista

Inspiração

Número 3 do ranking, Ariane Gomes é outra fera das águas cearenses que ganhou o mundo. Além do surfe, ela também gosta de futebol e manda bem no skate. Mas foi no mar onde ela se encontrou. E bastam alguns passos da porta de casa para se reencontrar com as ondas.

Legenda: Ariane Gomes se inspirou no próprio tio para começar surfar e espera disputar um mundial
Foto: Reprodução/Instagram

Quando vi o meu tio surfando eu me inspirei nele. Ele é minha maior inspiração, apesar de não surfar mais. Foi também incentivo da minha mãe e família. O sonho de todo surfista é chegar no mundial, e vou correr atrás para chegar no Mundial e estar entre os melhores do mundo.
Ariane Gomes
Surfista

Número 1

No topo do ranking está outra cearense: Yanca Costa. Ela começou a competir aos 9 anos nas águas do Icaraí, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, e atualmente mora no Rio de Janeiro, para onde se mudou com a família para investir na carreira. E o resultado veio. Em 2020, a surfista levou o título brasileiro de surfe profissional da CBS (Confederação Brasileira de Surf).

Legenda: Yanca Costa é a atual número 1 do ranking nacional de surfe feminino
Foto: Reprodução/Instagram

Morei minha infância em Fortaleza, depois mudei para o Icaraí para focar no surfe. Fui com meu pai e meu irmão meio que na doida. Meu pai alugou um quarto em uma pousada, a gente ia ficar lá por um tempo e ficamos lá três meses. Minha mãe e minha irmã foram depois e agora todo mundo mora lá.
Yanca Costa
Surfista

Além de Silvana, Ariane e Yanca, mais duas cearenses completam a lista de destaque: Juliana dos Santos (8ª colocada no ranking) e Larissa dos Santos (10ª). Elas também são esperança de muitas conquistas na modalidade e fortalecem a onda de inspiração para jovens competidoras.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte