Lutador de MMA da Ucrânia é torturado por neonazistas na Rússia, diz jornal

Maxim Ryndovskiy foi atacado por ucranianos após ser considerado um traidor

Imagem de Maxim Ryndovskiy sorrindo para foto
Legenda: Com 28 anos, Maxim pratica artes marciais mistas e disputa a categoria peso-médio.
Foto: reprodução

Um lutador de MMA ucraniano, Maxim Ryndovskiy, teria sido torturado na Rússia nos últimos dias. A ação foi organizada por um grupo neonazista da Ucrânia, que considera o atleta um traidor do país.

A problemática do profissional seria possuir amigos russos e treinar com moradores da República da Chechênia, na Rússia, mesmo diante da invasão militar promovida pelo governo de Vladmir Putin no território ucraniano. A informação é do jornal esportivo espanhol Marca e do veículo francês CNews.

Com 28 anos, Maxim pratica artes marciais mistas e disputa a categoria peso-médio. Imagens do lutador bastante ferido foram divulgadas nas redes sociais, apesar das autoridades não se posicionarem sobre o fato até o momento.

A página pessoal do atleta no Instagram foi retirada do ar. Ainda não há confirmação sobre a morte do ucraniano.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados