Cearense Isaías Silva conquista categoria Master do Campeonato Brasileiro de Surfe em Água Doce 2021

Reunindo atletas acima dos 35 anos, a categoria Master foi dominada pelos cearenses. Isaías Silva faturou o título, com Jeová Rodrigues encerrando na terceira colocação

Legenda: Isaías Silva, cearense, conquistou o título da categoria Master do Campeonato Brasileiro de Surfe em Água Doce 2021
Foto: Rogério Fernandez

O atleta cearense Isaías Silva conquistou a categoria Master do Campeonato Brasileiro de Surfe em Água Doce 2021,  realizado nas ondas das praias de Maraú e Farol, na Ilha do Mosqueiro (PA), neste domingo (21). Nayson Costa, do Pará, conquistou a categoria Open, com os cearenses Isaías Silva e Jeová Rodrigues na segunda e terceira colocação, respectivamente.

Reunindo atletas acima dos 35 anos, a categoria Master foi dominada pelos cearenses. Isaías Silva faturou o título, com Jeová Rodrigues encerrando na terceira colocação. Márcio Correa, da Praia do Farol, ficou com o vice-campeonato da categoria Master, mas assegurou o título da categoria Local.

Com o título, Isaías Silva, Nayson Costa e Márcio Correa faturaram R$ 2 mil em premiações cada. Ao todo, o Campeonato Brasileiro de Surfe em Água Doce 2021 distribuiu R$ 12.000 (doze mil reais) em premiação entre os finalistas das três categorias.

Legenda: Campeonato Brasileiro de Surfe em Água Doce 2021 foi realizado nas ondas das praias de Maraú e Farol, na Ilha do Mosqueiro (PA)
Foto: Rogério Fernandez

Destaques da competição

Um dos grandes destaques da competição foi o jovem atleta da nova geração do surfe paraense, Gustavo Roberto. Com apenas 14 anos, o atleta de Salinas carrega no sangue o DNA de campeão. Sobrinho de Sandro Buguelo, Gustavinho despachou grandes nomes do surfe brasileiro para garantir uma das vagas na semifinal da categoria Open, a principal da competição, mostrando grande qualidade como atleta.

Dentre os surfistas de Mosqueiro, Márcio Correa foi o maior destaque com duas finais e entre os visitantes os destaques ficaram por conta das apresentações dos finalistas Isaías Silva (CE) e Jeová Rodrigues (CE), presentes em duas finais e de Júnior Rocha (PE), finalista na Open.

Apesar do surgimento de uma nova geração, o principal destaque do surfe paraense continua sendo o atleta Nayson Costa. Com um surfe moderno e um repertório repleto de manobras progressivas com aéreos sempre bem avaliados pelos juízes, o surfista salinense atualmente é o cara a ser batido. Atual Top 6 do Ranking Brasileiro de Surfe Profissional o surfista segue firme com o objetivo de se tornar o primeiro paraense a conquistar o título de Campeão Brasileiro de Surfe Profissional. Na água doce ele já mostrou que é letal e agora, ele sai de Mosqueiro direto para Itacaré, na Bahia, em busca de conquistar seu grande sonho.

Ação ambiental

O evento promoveu uma ação de limpeza de praia e conscientização de frequentadores da importância do hábito de se recolher o lixo do meio ambiente chamado Praia Limpa Cia. Marítima. Através do Projeto Bodyboard Pará, que tem como líder a atleta Alexandra Ereiro Xandinha, em parceria com a Cia Marítima, a ação, além de engajar todos os fãs e simpatizantes que estavam acompanhando o evento, colaborou para que a praia de Maraú ficasse ainda mais bela após a realização do evento.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados