Casemiro admite insatisfação com a Copa América: "mais claro impossível"

O capitão da Seleção Brasileira deixou claro que os atletas querem falar sobre o assunto, tem uma posição formada, mas falarão apenas no momento oportuno.

Legenda: O volante Casemiro é capitão da Seleção Brasileira
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil derrotou o Equador por 2 a 0, no Beira-Rio, em jogo válido pela sétima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo, mas a polêmica da participação da Seleção na Copa América não foi esquecida. E o capitão e volante do Brasil, Casemiro, voltou a falar do tema após a partida, em entrevista na saída do gramado, para a TV Globo.

Ele deixou claro que os atletas querem falar sobre o assunto, tem uma posição formada, mas apenas no momento oportuno.

"Não podemos falar do assunto, todos sabem qual o nosso posicionamento. Todo mundo sabe qual é o nosso posicionamento, está mais claro impossível. O Tite deixou claro qual é o nosso posicionamento e o que nós pensamos sobre a Copa América. Existe respeito, existe hierarquia que temos que respeitar. Claro que queremos dar a nossa opinião, rolaram muitas coisas", afirmou Casemiro à Rede Globo.

"Queremos falar. Não queremos desviar o foco, porque isso para nós é a Copa do Mundo. Hoje, tivemos um jogo de Copa do Mundo, é importante para nós. Mas queremos falar, expressar a nossa opinião. Se é certo ou não cada um vai determinar o que quer", completou.

União

Casemiro também garantiu que a opinião do grupo é unânime. O jogador fez questão de esclarecer que não há divergências em relação ao posicionamento frente à polêmica.

"Nós iremos falar. O Tite explicou qual foi a situação. Como capitão e líder, confirmo que rolou isso mesmo. Nós nos posicionamos, nós iremos falar no momento oportuno. Não sou eu, não são os jogadores da Europa, como rolaram coisas. Quando fala alguém, fala o grupo, falam todos os jogadores. Com o Tite e a comissão técnica. Tem que ser unânime, todos juntos", pontuou Casemiro.

Com o resultado, o Brasil foi aos 15 pontos, na liderança das Eliminatórias. A equipe volta a entrar em campo na terça-feira, contra o Paraguai, fora de casa. Após a partida os jogadores e comissão técnica devem se posicionar sobre a participação deles na Copa América.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte