Brasil tem medalhas de bronze garantidas no boxe e tenta ouro olímpico nesta quinta (5)

Hebert Conceição e Beatriz Ferreira estão nas semifinais e tentam melhor lugar no pódio

Montagem com fotos de Hebert Conceição e Beatriz Ferreira
Legenda: Hebert Conceição e Beatriz Ferreira já garantiram medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: divulgação e AFP

Os pugilistas Hebert Conceição e Beatriz Ferreira entram em ação na madrugada desta quinta-feira (4) e buscam vaga nas finais do boxe dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com as medalhas de bronze garantidas por conta do regulamento do esporte, a expectativa é melhorar para ouro ou prata.

A primeira luta é de Beatriz Ferreira, na semifinal feminina de peso leve (até 60kg). A partir das 2h15 (de Brasília), a atleta baiana de 28 anos encara Mira Potkonen, da Finlândia.

Na sequência, às 3h18, Hebert Conceição tenta vaga na decisão contra Gleb Bakschi, da Rússia. A disputa do baiano de 23 anos é válida pela semi do peso médio (até 75kg).

Pódio no boxe

Na modalidade, o Brasil soma um bronze nas Olimpíadas de Tóquio. O pugilista Abner Teixeira também chegou na semifinal da categoria peso pesado (até 91 kg), mas perdeu para o cubano Julio César La Cruz e não conseguiu disputar a medalha de ouro.

Abner Teixeira em ação no boxe pelos Jogos Olímpicos
Legenda: Abner Teixeira conquistou a primeira medalha do boxe brasileiro nas Olimpíadas de Tóquio
Foto: AFP

As conquistas de Herbert Conceição e Beatriz Ferreira ainda não foram listados no ranking de medalhas, pois podem evoluir para prata ou ouro. No boxe, os dois atletas semifinalistas já garantem pelo menos o bronze - a regra é diferente de outros esportes.

 
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte