Análise: Floresta mostra poder de reação contra Itabaiana e segue vivo na Série D

Time alviverde tinha vantagem do empate, mas sofreu dois gols ontem, em Sergipe, e conseguiu a igualdade no 2 a 2, se garantindo nas oitavas da Série D. Os gols cearenses foram de Renê e Fábio Alves, ambos no segundo tempo

Legenda: O Verdão perdia por 2 a 0, mas foi buscar um empate na reta final do 2º tempo, garantindo a vaga
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta EC

Uma classificação às oitavas para mostrar força. No quinto ano de futebol profissional e segunda participação na Série D do Campeonato Brasileiro, o Floresta avança no mata-mata mais uma vez. Agora, arrancou empate com o Itabaiana por 2 a 2, ontem, em Sergipe, e tem pela frente o Juventude/MA. Na ida, vitória por 2 a 1.

O saldo positivo, para além da vaga, está na postura tática. O Verdão suportou toda a pressão dos donos da casa no início, com esquema 4-5-1. A partida truncada se tornou favorável pelo avançar do tempo e da pressão do adversário.

Sem a bola, um esforço coletivo para povoar o meio-campo e forçar arremates de longa distância, em panorama que travou o ímpeto. Com a posse, arrancadas pelos lados e perigo na bola parada, principalmente nos cruzamentos do atacante Luis Soares.

A conjuntura obrigou o Itabaiana a permanecer com cautela e, de fato, o perigo dos sergipanos esteve presente em um arremate da intermediária de Willian, carimbando o travessão de Douglas Dias.

De resto, uma lentidão também proporcionada pelo estádio Etelvino Mendonça. A qualidade do gramado, diferente da Arena Castelão, atrapalhou a evolução das jogadas.

Domínio rival

Do duelo de equilíbrio, o Itabaiana conseguiu impor melhor futebol pela insistência das tentativas. A defesa do Floresta levou vantagem na maior parte do duelo, mas foi superada com o conjunto de lançamentos na área.

Aos 4, após Birungueta aproveitar cruzamento e bater na trave alviverde, o rebote ficou com Willian. E o atacante aproveitou a chance: 1 a 0.

A inércia parcial se desfez. O Itabaiana tinha volume, a posse e um rival atordoado, em condições perfeitas para conseguir ampliar.

Assim ocorreu aos 22, novamente com Willian. Dessa vez, um lançamento do sistema defensivo gerou confusão entre os defensores do Verdão. O atleta disparou em velocidade e conseguiu o placar perfeito.

Poder de reação

O mérito do Floresta está na leitura da partida, enquanto havia tempo, e na força mental para buscar a igualdade. A necessidade do placar fez o técnico Leston Júnior apostar nas entradas de Núbio Flávio e Renê, ambos com papel de armação no sistema ofensivo.

A dupla conseguiu um gol, com Renê, em arremate de fora da área, aos 32. O mesmo meia acelerou contra-ataque e foi parar em pênalti cometido por Hugo (expulso) cinco minutos depois. A cobrança foi de Fábio Alves: 2 a 2.

O roteiro apresentou um time vibrante e repleto de coragem ao sustentar diferentes situações no mata-mata. A gestão repete 2019, quando também chegou nas oitavas. O desafio é conseguir o próximo passo até a Série C.

Ficha Técnica

  • Itabaiana 2x2 Floresta
  • Competição: Série D do Brasileiro - 2ª fase
  • Estádio: Mendonção, em Itabaiana/SE
  • Data: 12 de dezembro
  • Árbitro: Rudimar Goltara (ES)
  • Cartões amarelos: Jacobina (I), Thiago Santos (I), Biungueta (I) e Andrezon (I); Fábio Alves (F). Cartão vermelho: Hugo (I). Gols: Willian, aos 4 e 22 do segundo tempo. Renê, aos 32, e Fábio Alves, aos 39, no segundo tempo.
  • Itabaiana: Cris, Carlos Henrique (Geovani), Diego Bispo, Hugo, Jacobina (Pedro Henrique), Caetano, Batatinha (Thiago Fagundes), Willian, Thiago Santos, Birungueta, Ila. Técnico: Jaelson Marcelino 
  • Floresta: Douglas Dias, Ronaldo, Willian Goiano, Eduardo, Fábio Alves, Jô, Marconi, Ítalo Henrique; (Thalison), Flávio Torres, Luis Soares (Núbio Flávio), Deysinho (Renê). Técnico: Leston Junior
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte