Prefeita de Teôlandia chora com suspensão de show de Gusttavo Lima na Festa da Banana

Sertanejo estava dentro de um ônibus estacionado em um posto de gasolina quando soube que o evento havia sido cancelado

Cantor soube de notícia de suspensão de show no ônibus da banda
Legenda: Cantor soube de notícia de suspensão de show no ônibus da banda

Rosa Baitinga, prefeita da cidade Teôlandia, chorou ao anunciar a suspensão do show do cantor Gusttavo Lima da Festa da Banana — após determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no último domingo (5). As informações são do jornal O Globo

A prefeita chorou e encerrou o discurso ajoelhada, com repetidas falas sobre Deus. "A péssima notícia chega, e chega quase de noite. Parece que é para matar a gente. Mas quem tem força tem coragem", afirmou.

Ainda segundo o jornal carioca, Gusttavo Lima estava dentro de um ônibus estacionado em um posto de gasolina — próximo ao local onde aconteceria a Festa da Banana, em Teolândia, na Bahia — quando soube que o evento havia sido cancelado.

Com a suspensão, o cantor sertanejo, que subiria ao palco na hora seguinte, deixou a cidade e voltou ao aeroporto onde ele havia pousado anteriormente com jatinho particular.

Alto cachê

Gusttavo Lima, que receberia um cachê de R$ 704 mil, estava na grade da programação do festival, que custaria um total de R$ 2,3 milhões.

O sertanejo vem sendo alvo de críticas após a divulgação de cachês milionários pagos por pequenas prefeituras para seus shows. Na última semana, uma série de polêmicas envolvendo a contratação de sertanejos por prefeituras de municípios do interior veio à tona, diante da incompatibilidade do cachê com a realidade orçamentária das administrações públicas.

O próprio Gusttavo Lima teve outro show cancelado. Esse custaria R$ 1,2 milhão aos cofres públicos da Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, na Região Central de Minas Gerais. 

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit