Motorista do acidente de Conrado e Aleksandro nega imprudência no trânsito: 'sempre fui cuidadoso'

Valdoir Euripedes da Silva afirmou que fazia a quarta viagem com a dupla sertaneja

conrado e aleksandro
Legenda: Condutor do ônibus concedeu entrevista à Record
Foto: Reprodução

O motorista Valdoir Euripedes da Silva, que conduzia o ônibus da dupla Conrado e Aleksandro, falou pela primeira à imprensa sobre o acidente sofrido pela equipe dos sertanejos e alegou que em 32 anos de profissão sempre foi cuidadoso. Seis pessoas morreram no acidente, entre elas o cantor Aleksandro. 

Ao "Domingo Espetacular", da TV Record, Valdoir contou que fazia a quarta viagem com a banda no dia da tragédia. O funcionário disse ter ouvido uma explosão na altura do KM 400 da rodovia Regis Bittencourt, mas pensou que tivesse sido o pneu.

"Ele (pneu) explodiu mesmo. Antes do acidente, eu tava na direita, quando passei por duas 'saliências' que bateram no ônibus, logo a frente o pneu veio a estourar, e não consegui ter o controle do volante. Bateu na guia, desceu para dentro da vala... Eu só me lembro de quando ele (ônibus) deitou e eu saí correndo de dentro do ônibus", contou.

Valdoir nega que conduzia o ônibus acima da velocidade permitida e reforça ser atencioso na estrada. "Sempre fui cuidadoso, sempre trabalhei cuidando do meu serviço, sempre respeitando, porque a gente tem que respeitar o outro para ser respeitado na estrada. Você sabe que o trânsito é cruel". 

Acidente

O acidente com o ônibus da dupla aconteceu por volta das 10h30 do sábado (7), no km 402,2 da pista com sentido para São Paulo (SP), no momento em que o motorista perdeu o controle e o ônibus capotou. 

Ao menos 19 pessoas estavam no veículo. Além dos óbitos, 11 vítimas foram encaminhadas a unidades de saúde com ferimentos leves e outras duas pessoas não sofreram lesões.

O veículo saiu de Tijucas do Sul (PR), onde os artistas fizeram show na sexta-feira (6), e seguia para São Pedro (SP). Na cidade paulista, eles tinham uma apresentação no sábado (7). 

Seis pessoas morreram no sinistro, entre elas o cantor Aleksandro. As demais vítimas foram os músicos Wisley Aliston Roberto Novais, Marzio Allan Anibal e Roger Aleixo Calgnoto. Também faleceram no local, o roadie Giovani Gabriel Lopes dos Santos e o técnico de luz Gabriel Fukuda.

Outras 12 pessoas tiveram ferimentos. Conrado segue internado no Hospital Regional de Registro, no Interior de São Paulo, em estado grave.

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit