Três pessoas são mortas pela polícia para cada fuzil apreendido no RJ

Esses números seguem uma tendência de alta desde 2015, mas atingiram seu maior patamar em 2018 e 2019