Passageiro brasileiro que veio da África do Sul testa positivo para Covid-19, diz Anvisa

Apesar do resultado, ainda não há confirmação se o caso é da variante Ômicron

Legenda: Órgãos estadual e municipal e Ministério da Saúde monitoram o caso
Foto: Shutterstock

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) detectou um caso positivo de Covid-19 em passageiro brasileiro com passagem pela África do Sul, conforme divulgado pelo órgão regulatório na tarde deste domingo (28). Não há confirmação se o caso é da variante Ômicron. 

O paciente desembarcou em Guarulhos (SP) no último sábado (27), contudo, chegou ao Brasil com teste negativo, assintomático. "A Agência fiscaliza e exige, por força de portaria interministerial, que o viajante apresente exame PCR negativo para Covid-19 realizado em, no máximo, 72 horas antes do voo internacional (na origem do voo)". 

Porém, em novo exame realizado em laboratório no aeroporto de Guarulhos, a Anvisa foi informada acerca do resultado positivo. 

"Após a identificação e testagem com resultado positivo para Covid-19, o paciente foi colocado em isolamento e já cumpre quarentena residencial. Os órgãos de saúde estadual e municipal passam a fazer o monitoramento do caso. O Ministério da Saúde acompanha o caso", afirma a Agência.

Variante Ômicron

Após o alerta para a variante detectada em Botsuana, na África, a Anvisa proibiu nesse sábado (27) voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela República da África do Sul, República de Botsuana, Reino de Essuatíni, Reino do Lesoto, República da Namíbia e República do Zimbábue.

Há também a recomendação de que acrescentar Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia na lista de restrições. 

Detectada nesta semana, a preocupação com esta variante é pela dezenas de mutações genéticas que porta e que podem afetar os índices de contágio e de letalidade. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil