Mulher que foi mantida em cárcere privado e estuprada pelos tios durante 13 anos é resgatada no Pará

Ela teve três filhos, e um morreu ainda quando estava na barriga da vítima

Uma mulher que foi mantida em cárcere privado e estuprada pelos tios durante 13 anos foi resgatada pelas polícias Civil e Militar do Pará, em São Miguel do Guamá. Dois tios da vítima, suspeitos dos crimes, foram presos. O caso foi divulgado pela Segurança Pública na noite de quinta-feira (4). As informações são do G1.

De acordo com as polícias Civil e Militar, as capturas dos suspeitos aconteceram na agrovila São Pedro do Crauate. Lá, a mulher era abusada sexualmente por dois homens. Ela teve três filhos, e um morreu ainda quando estava na barriga da vítima.

A Polícia Civil também informou que ela foi encontrada em um cômodo da casa. Na residência os agentes acharam uma espingarda. A dupla foi levada para a Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) de São Miguel do Guamá para serem realizados os procedimentos cabíveis.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil