Shiatsu trabalha energia do corpo

Conheça mais detalhes sobre essa técnica milenar e dicas para escolher um bom profissional.

Legenda: Os especialistas indicam que o shiatsu não é apenas uma terapia curativa, mas preventiva.
Foto: Foto: Banco de Imagens

O shiatsu provém da milenar medicina oriental e consiste, basicamente, em uma massagem terapêutica centrada na pressão com os dedos em determinados pontos (também chamados de meridianos) do corpo – geralmente os mesmos trabalhados pela acupuntura. O maior objetivo do Shiatsu é equilibrar e/ou desbloquear o fluxo de energia vital do corpo.

Acredita-se que quando esse fluxo de energia está bloqueado ou desequilibrado, algumas enfermidades podem surgir, como dores de cabeça, cansaço, fraqueza, insônia, tensão muscular, problemas respiratórios etc.

Além disso, essa técnica de massagem visa proporcionar revitalização, trazendo mais força e vigor ao paciente. Importante saber que o shiatsu pode ter seus efeitos potencializados quando é associado a outras massagens e terapias.

Os especialistas indicam que o shiatsu não é apenas uma terapia curativa, mas preventiva. Dessa forma, não é necessário esperar que o organismo manifeste uma doença para recorrer a essa técnica. 

Legenda: Ao contatar o profissional, pergunte sobre suas especialidades e explique o que você espera dos resultados.
Foto: Foto: Banco de Imagens

A sessão
Antes da primeira sessão, o profissional massoterapeuta deve fazer uma pesquisa sobre o paciente, para obter informações fundamentais, como o estilo de vida do paciente, os hábitos alimentares e atividades físicas e se há problemas de saúde. Outros aspectos também são avaliados, como postura, aparência da pele, forma de caminhar, audição etc.

As sessões do shiatsu possuem duração média de uma hora. Esse momento deve ser especial e relaxante. Por isso, o paciente deve se desconectar de tudo ao redor e dedicar esse tempo para a saúde do seu corpo e da sua mente. Vestir roupas confortáveis ajudará no processo. Caso haja dores fortes durante o shiatsu, é preciso informar ao profissional imediatamente.

Escolher o profissional
Para aproveitar corretamente de todos os benefícios do shiatsu, é muito importante saber escolher um profissional qualificado, pois ele deve conhecer as técnicas e as boas práticas dessa massagem para que o tratamento tenha o resultado esperado.

Antes de selecionar o massoterapeuta, vale pedir indicações a amigos e parentes, se gostaram do atendimento e se o procedimento atendeu às expectativas.

Ao contatar o profissional, pergunte sobre suas especialidades e explique o que você espera dos resultados. Assim, será possível alinhar os objetivos para atingir o efeito pretendido.

É fundamental contar com um profissional qualificado, que tenha algum curso na área, realizado em instituição de confiança. Observe também se o terapeuta costuma se atualizar com frequência. Outro detalhe é verificar se o massagista é licenciado para atender: normalmente, um terapeuta precisa de 150 a 1.000 horas de treinamento para atuar na área.

Por fim, vale uma pesquisa nas redes sociais do profissional para buscar feedbacks e comentários de pacientes e pessoas que já se trataram com ele. Todo cuidado é válido, quando o assunto é cuidar da sua saúde.

Saiba mais
Meridianos

A medicina oriental ensina que o corpo humano é composto por centenas de pequenos pontos de energia que podem ser trabalhados no shiatsu, porém, todos esses pontos ligam-se aos meridianos, que totalizam 59, mas somam 12 principais e ainda mais dois meridianos extras.

Os meridianos principais são:
1 – Meridiano dos pulmões;
2 – Meridiano do intestino grosso;
3 – Meridiano do estômago;
4 – Meridiano dos rins;
5 – Meridiano do baço-pâncreas;
6 – Meridiano do coração;
7 – Meridiano do intestino delgado;
8 – Meridiano da bexiga;
9 – Meridiano pericárdio (Circulação e Sexualidade);
10 – Meridiano triplo-aquecedor;
11 – Meridiano do fígado;
12 – Meridiano da vesícula biliar.
Os meridianos extras são: Vaso da Concepção e Vaso Governador.


Categorias Relacionadas