Sobe para 7 o número de mortos durante temporal no Rio de Janeiro

Tempestade, ocorrida ontem à noite, deixou ainda lista de desaparecidos

Foto: Agência Brasil

Pelo menos sete pessoas morreram na tempestade que cai intermitentemente sobre a cidade do Rio de Janeiro desde o início da noite desta segunda-feira (8). As histórias das vítimas começam a ser contadas. Leandro Ramos Pereira, de 40 anos, levou um choque enquanto limpava o ralo de sua casa e morreu.

Foto: Agência Brasil

Guilherme N. Fontes, de 30 anos, morreu também na noite de segunda-feira, na Gávea, na zona sul. O corpo do homem foi achado debaixo de um carro. Ele teria caído de uma moto e sido arrastado pela água na Marques de São Vicente, uma das principais ruas do bairro.

Duas mulheres, as irmãs Doralice e Gerlaine do Nascimento, de 55 e 53 anos respectivamente, morreram num deslizamento no Morro da Babilônia, no Leme (zona sul). Elas eram vizinhas. Um homem está desaparecido na mesma região.

Foto: Agência Brasil

Pelo menos outras duas pessoas estão desaparecidas. Trata-se de uma avó e uma neta que saíram na noite de segunda do shopping Rio Sul, na zona sul, por volta das 21h45. Lúcia Xavier Sarmento Leite e a neta, Julia Neves Aché, teriam pego um táxi na saúda do shopping, mas, desde então, não houve mais notícias das duas.

Foto: Agência Brasil

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil estão trabalhando na Avenida Carlos Peixoto, uma ladeira íngreme que fica atrás do shopping e é uma via de acesso alternativa à Copacabana. Ali houve um deslizamento de encosta. Há carros soterrados no local, entre eles um táxi.

Você tem interesse em receber mais conteúdo do Brasil?

Assuntos Relacionados