Incêndio atinge hospital na Tijuca; pacientes são retirados às pressas

O fogo teria começado em um prédio antigo onde funcionava o setor de laboratórios.

Legenda: Hospital no Rio de Janeiro sofre incêndio

Uma pessoa morreu durante o incêndio que atingiu o Hospital Badim, na rua São Francisco Xavier no Maracanã, zona norte do Rio, na noite desta quinta-feira (12). Segundo funcionários relataram à polícia e publicações nas redes sociais, o incêndio teria começado por volta de 18h15, em um prédio antigo onde funcionava o setor de laboratórios. Pacientes que estavam internados em áreas próximas tiveram de ser retirados às pressas. As chamas foram controladas por volta das 20h15.

Por volta das 21h45 o Corpo de Bombeiros ainda fazia uma varredura no local para ver se ainda havia pacientes na unidade. No total, a unidade hospitalar estava com 103 pessoas internadas no momento do incêndio. 

Em frente ao prédio, colchões foram espalhados e familiares de pacientes, apreensivos, se aglomeravam para obter informações. Equipes do Corpo de Bombeiros dos quartéis da Tijuca e de Vila Isabel (ambos bairros da zona norte) atuam no combate ao fogo.

De acordo com a assessoria de imprensa da corporação, pelo menos 12 viaturas foram enviadas ao local com homens de 4 quartéis das imediações. O Corpo de Bombeiros destacou que não há focos de incêndio remanescentes, mas que a densa fumaça dificulta o trabalho de rescaldo.

A unidade, que faz parte do grupo Rede D'Or São Luiz, foi fundada há 19 anos. O complexo tem 15,7 mil m² de área construída, unidade de tratamento intensivo (UTI), centro cirúrgico e uma equipe com mais de 60 médicos.

Em junho, hospital de SP pegou fogo após problema em ar-condicionado

Em 28 de junho, a cobertura do prédio do Hospital do Coração (HCor), no Paraíso, zona sul de São Paulo, também teve um incêndio. As chamas foram controladas rapidamente, mas parte dos pacientes teve de ser transferida para outra unidade do HCor e acompanhantes também precisaram deixar o edifício. Não houve vítimas.

As chamas atingiram resfriadores de ar-condicionado na cobertura do edifício. A própria brigada de incêndio do próprio hospital combateu o fogo.