Quem joga mal deve ser castigado

Confira coluna do comentarista Wilton Bezerra desta quata-feira (24)

O Fortaleza foi derrotado por 1 a 0 para o Santa Cruz na Copa do Nordeste
Legenda: O Fortaleza foi derrotado por 1 a 0 para o Santa Cruz na Copa do Nordeste
Foto: Kid Júnior / SVM

Meu estômago não agüenta sandices como: “o importante é vencer, jogar bem é irrelevante”.

O Fortaleza vinha de três vitórias e dois empates (um com o Ceará) sem que Enderson Moreira conseguisse dar um bom padrão de jogo ao time.

Compreensível pela necessidade de alterar constantemente a formação tricolor, em função de um punhado de contratações.

Pegou pela frente um Santa Cruz lanterna da Copa do Nordeste, e não lhe custou muito esforço ter a bola e o campo à sua disposição durante o jogo todo.

O “santinha” fechou-se na defesa, fez um jogo solidário em que todo mundo se socorreu e, se alguém precisasse de uma jogada sua, de ataque, para amenizar uma dor, passaria a noite sofrendo.

Pikachu pela direita e David pela esquerda, fizeram o melhor movimento ofensivo (mas insuficiente) do Fortaleza e, Luiz Henrique e Matheus Galvão , que não são atacantes de oficio, criaram as melhores oportunidades para Jordan, goleiro do Santa Cruz, se consagrar no jogo.

Faltou ao Fortaleza melhor desempenho individual, aceleração e capacidade para ultrapassar as linhas de marcação com mais frequência diante de um fraquíssimo adversário.

Júnior Sergipano cometeu um pênalti que a arbitragem não marcou a favor do Fortaleza, e ele mesmo pegou de cabeça um escanteio cobrado por Chiquinho e deu a vitória ao Santa Cruz.

Única bola endereçada ao gol de Felipe Alves no jogo.

Quem acha que o importante é vencer jogando mal, não passa de um idiota que baba na gravata.

Quem joga mal, deve ser castigado.