O Ceará não ganha em casa

Confira a coluna do comentarista Wilton Bezerra

Atletas de Ceará e Internacional disputam bola
Legenda: Ceará e Internacional empataram na Arena Castelão em 1 a 1
Foto: Kid Júnior / SVM

Num jogo marcado pelo estremecimento entre jogadores Ceará e Internacional ficaram no 1 x 1.

Com isso o Ceará conseguiu a marca de time que mais empatou no Campeonato Brasileiro. 

Tudo a ver com o que aconteceu no ano passado (mania de empatar).

Iury Castilho ( que jogou bem) foi esperto e sofreu penalidade do goleiro Keiller. Lima guardou.

Só que, quando  empatou com Moisés, o Inter saiu criando e perdendo chances para virar o placar.

Taison, Caio Vidal e Moisés, com apoio do meio campo, "pintaram os canecos".

Teve até bola na trave de Vinícius.

A sequência só foi quebrada quando Iury Castilho esquentou as mãos de Keiller com uma paulada.

Na segunda fase o Ceará foi melhor e controlou mais o jogo. Não foi o suficiente.

Iury, em grande estilo, marcou de cabeça mas estava impedido.

Não houve necessidade do treinador Marquinhos Santos tirar Zé Roberto e Kelvin para colocar Dentinho e Peixoto.

Voltar a sentir o mal da "empatite" não é boa notícia para o Ceará.

Lamentar que o esforço e aplicação de Nino não tenha sido recompensados com uma vitória.