A vitória que faltava

Coluna de Wilton Bezerra deste domingo (21)

fortaleza x palmeiras
Legenda: O tricolor surpreendeu pelo equilíbrio emocional e comprometimento em ganhar o jogo
Foto: Fabiane de Paula

Jogar sem a bola é quando um time se organiza na defensiva com o adversário no ataque.

Fortaleza e Palmeiras pensaram igual e fizeram um jogo com pouco apuro técnico.

O tricolor surpreendeu pelo equilíbrio emocional e  comprometimento em ganhar o jogo. 

Procurou chutar no gol em três oportunidades antes de abrir a contagem com Robson.

E mais: imobilizou o Palmeiras que levantou uma bola na área que Pikachu salvou em cima da linha.

Não passou disso.

Na segunda etapa, sem maiores emoções, passou um perrengue quando Boeck papou um frango.

Gustavo Gomes estava impedido e o juiz anulou.

Isso desestabilizou o Fortaleza e Boeck e Benevenuto tiveram que salvar a lavoura em duas finalizações do Palmeiras nos descontos. 

A dura vitória melhorou a situação do tricolor em todos os aspectos que se possa pensar.

Perguntem a torcida e aos jogadores.

ACOSSADO, CEARÁ ARRANCA EMPATE

atlético-go x ceará
Legenda: Ceará se segurou na marcação, mas sofreu para chegar ao ataque
Foto: Divulgação/Atlético-GO

No primeiro tempo o Dragão botou fogo pelas narinas, mas só fez fumaça.

O Ceará se segurou na marcação, mas sofreu para chegar ao ataque.

Nem Rick desenvolveu a jogada individual e a imobilidade de Jael foi irritante.

Com William Oliveira de volante ficou difícil refinar o jogo do meio-campo.

No segundo tempo o alvinegro abriu a contagem com Vina cobrando falta.

A partir daí teve que aguentar o Atlético no seu campo de maneira permanente.

Sofreu o empate através do meia João Paulo, o destaque do jogo.

Um atacante chamado Lucão entrou no segundo tempo e, por duas vezes, Richard trabalhou duro para evitar a vitória dos donos da casa.

Com o empate o Ceará deu um Pinote para o oitavo lugar.