Sarto oficializa exoneração de secretários da Prefeitura de Fortaleza que serão candidatos em 2022

As exonerações foram publicadas no diário oficial desta segunda-feira (3)

Paço Municipal de Fortaleza
Legenda: A poucos meses da eleição, secretários entregam os cargos na Capital
Foto: José Leomar

A Prefeitura de Fortaleza oficializou no Diário Oficial desta segunda-feira (3) as exonerações dos gestores municipais que devem ser candidatos nas eleições de outubro.

Ao todo foram 107 exonerações — entre gerentes, coordenadores, assessores, diretores de escolas, assistentes administrativos, entre outros.

A informação da oficialização foi antecipada nas redes sociais pelo prefeito José Sarto (PDT) ao anunciar a saída do secretário dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Cláudio Pinho.

"Agradeço ao Cláudio Pinho pelo importante trabalho que desempenhou à frente da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, contribuindo com medidas de enfrentamento à pandemia, implementando pacote de proteção social e ações de segurança alimentar, capacitação e inclusão social", escreveu o prefeito.

Filiado ao PDT, Pinho foi prefeito de São Gonçalo do Amarante por duas vezes, mas não conseguiu fazer o sucessor em 2020. Professor Marcelão (Pros), da oposição, se elegeu prefeito na última disputa municipal.

Desistência

A coluna havia informado que o secretário do Desenvolvimento Econômico de Fortaleza, Rodrigo Nogueira Diogo, estava de saída da gestão. Rodrigo, no entanto, disse que permanece no cargo e que não vai mais concorrer na disputa de outubro. 

Rodrigo é filiado ao Progressistas e integra a cota do grupo liderado por Zezinho Albuquerque e AJ Albuquerque na gestão municipal.

Exonerações

A Legislação Eleitoral exige que secretários deixem as funções seis meses antes da data da eleição. Os gestores, portanto, poderiam ficar até abril deste ano.

Em âmbito estadual, no entanto, por determinação do governador Camilo Santana (PT), todos os secretários que tinham objetivos eleitorais foram convidados a deixar os cargos até o último dia de dezembro de 2021.

Ao que parece, na Capital os cargos também estão sendo entregues com antecipação.



Assuntos Relacionados