Juros do consignado do INSS vão subir; veja novas taxas

Aposentados e pensionistas pagarão mais caro pelo consignado a partir de 2022

Consignado empréstimo
Legenda: Modalidade de consignado terá juros mais altos
Foto: Natinho Rodrigues

A partir de janeiro de 2022, aposentados e pensionistas do INSS vão pagar mais caro pelo empréstimo consignado. As novas taxas foram aprovadas pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) após reunião realizada na segunda-feira (6).

Quais os novos juros do consignado?

  • Empréstimo pessoal consignado: 2,14% ao mês
  • Cartão de crédito consignado: 3,06% ao mês

O custo do crédito para o empréstimo pessoal consignado subirá de 1,80% para 2,14%, enquanto no caso do cartão de crédito consignado, a taxa passa de 2,7% para 3,06%. Esses valores representam o teto dos juros, portanto, os bancos podem cobrar menos, se assim optarem.

Os juros estavam congelados desde março de 2020, logo após a eclosão da pandemia no Brasil.

O Ministério do Trabalho e Previdência afirmou, em nota, a elevação considera a alta da taxa básica de juros, a Selic, e da inflação.

"Os conselheiros reconheceram a necessidade de alterar a taxa para se adequar às oscilações do mercado financeiro e ressaltaram a importância da educação financeira para aposentados e pensionistas do INSS", diz o texto.

Outras mudanças em 2022

Medidas de flexibilização para o consignado, tomadas por conta da pandemia, também sofrerão mudanças a partir de janeiro. O limite consignável, por exemplo, volta a ser de 35%. Essa margem havia sido acrescida para 40% durante a crise sanitária. Veja como ficam as regras abaixo.

  • Limite consignável volta a ser de 35% do benefício
  • Prazo máximo de financiamento volta a ser de 72 meses
  • Limite de 6 empréstimos com diferentes instituições
  • Carência de 90 dias para novos segurados pedirem o consignado

COMO FUNCIONA O CONSIGNADO?

Uma das principais modalidades de crédito pessoal do País, o crédito consignado tem juros mais baixos por descontar os valores diretamente da aposentadoria, pensão ou salário dos beneficiários.



Assuntos Relacionados