Luciano Moreno, filho de Waldonys, inicia carreira como cantor e sanfoneiro

Cearense planeja interpretar 10 hits musicais em álbum

Aos 22 anos, Luciano Moreno divide o sonho da música com estudos em marketing
Legenda: Aos 22 anos, Luciano Moreno divide o sonho da música com estudos em marketing
Foto: Divulgação

Aos 22 anos, Luciano Moreno, filho do sanfoneiro cearense Waldonys, iniciou carreira musical em janeiro deste ano. Consciente de ser o início de uma longa jornada, o jovem olha para o mercado de eventos com foco em aniversários, eventos corporativos e casas de forró.

Apaixonado por xote, ele leva no repertório canções de diferentes décadas do forró. O jovem sanfoneiro soma no setlist letras como “Sinônimos”, “Jardim dos Animais” “Dona da Minha Cabeça”, “Coração”, “Tentativas em Vão” e “Juras de Amor”. 

Apresentação em Natal (RN):

Luciano diz que a cada dia busca ajuda para se aperfeiçoar. Antes mesmo de fazer shows, ele publicou alguns vídeos nas redes sociais com objetivo de ver a reação dos seguidores. Com o passar dos meses, ele se sentiu seguro para ingressar no mercado musical após o retorno positivo das postagens.  

Ninguém pode começar de cima e querer ser maior que ninguém. Sou muito privilegiado por ter meu pai na música, um estúdio bom, mas não quero me escorar no meu pai. Nesse começo quero andar com minhas pernas e vê o que posso alcançar
Luciano Moreno
Cantor e sanfoneiro

Com pouco tempo iniciado no mercado de eventos, Luciano já realizou algumas apresentações em Aquiraz, Fortaleza e Pacajus, no Ceará. Ele também chegou a se apresentar em outro estado, na cidade Natal (RN).  

“Eu nunca tive sonho de ser famoso. Nunca pensei nisso. Sempre gostei de tocar violão, piano e sanfona.  Gosto de tudo que envolve palco, iluminação, a galera curtindo, ali no meio do show”,  ressalta o jovem cantor. 

Aprendendo com o pai 

Luciano tem procurado aperfeiçoamento como cantor. Aulas de voz e sanfona estão no cronograma da vida musical. E, claro, nada melhor que aprender com o pai. 

“Chego nele e pergunto: 'Qual introdução é melhor? Onde é bom fazer parada ou não? Qual o pot-pourri é bom ou não? E assim, vou me moldando”, explica Luciano.  

Projetos em andamento 

Nos próximos meses, Luciano planeja interpretar 10 canções conhecidas do público em um álbum. A ideia é produzir conteúdo para que o grande público possa conhecer o trabalho nas plataformas digitais. 

Sendo novo no ramo artístico, Luciano pontua que um dos maiores desafios a enfrentar é a timidez. “Tenho muito a descobrir ainda, venho melhorando gradualmente, principalmente no palco. Hoje, eu já brinco com público, peço para cantarem junto”.   

Ao mesmo tempo, Luciano não esconde a faceta de compositor. Pelo menos oito canções inéditas estão em andamento para um futuro repertório. “São histórias que aconteceram com amigos. Sentimentos que todo munda passa”, diz o filho de Waldonys sobre as letras.  

Além do pai como inspiração maior na música, Luciano tem apreço pelo trabalho de nomes nacionais da música. “Gosto muito de Dorgival Dantas, Fagner e Geraldo Azevedo. Do sertanejo, acho o show do Gusttavo Lima, como é trabalho a apresentação como espetáculo, muito massa”.