Filme cearense 'Greice', com Amandyra e Dipas, ganha três prêmios em festival de Curitiba

Produção, que já tem previsão de estreia nos cinemas brasileiros, foi a grande vencedora do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba

Legenda: Amandyra e Dipas compõem elenco da comédia "Greice", de Leonardo Mouramateus, filmada entre Fortaleza e Lisboa
Foto: Walter Thoms / Divulgação

"Greice", coprodução Brasil-Portugal dirigida pelo cearense Leonardo Mouramateus, venceu três prêmios na edição deste ano do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba. O longa tem estreia prevista nos cinemas brasileiros para 18 de julho.

A produção foi escolhida pelo júri oficial como o Melhor Filme da mostra competitiva brasileira, além de ter ganhado nas categorias de Melhor Roteiro, para Mouramateus, e Melhor Atuação, para Amandyra.

Veja também

A comédia acompanha as desventuras da personagem-título — interpretada por Amandyra —, uma jovem brasileira de 22 anos que estuda em Lisboa e, após um incidente, precisa retornar para Fortaleza para tentar resolver o problema. O elenco é formado ainda por nomes como Dipas, Bruna Pessoa e Mauro Soares.

Em entrevista à coluna no início de junho, Amandyra — filha de pais cearenses, nascida em Guarulhos e radicada no Ceará desde 2019 — ressaltou que a trama do longa reflete o "trânsito" vivido por ela e pelo diretor, radicado em Portugal.

Amandyra e Dipas em cena na comédia 'Greice', que estreia nos cinemas brasileiros em 18 de julho
Legenda: Amandyra e Dipas em cena na comédia "Greice", que estreia nos cinemas brasileiros em 18 de julho
Foto: Divulgação

“A gente conversava muito sobre o trânsito do próprio Leonardo entre Fortaleza e outras cidades, essa inquietude do espírito, e meu trânsito entre Fortaleza e São Paulo. Muitas conexões foram feitas para a gente conseguir tecer a personagem”, refletiu.

O longa estreou em janeiro no 53º Festival de Roterdã, na Holanda, e no fim de maio foi exibido no IndieLisboa. A participação no Olhar de Cinema marcou a primeira exibição brasileira do longa.

Leonardo Mouramateus é diretor dos longas "António Um Dois Três" (2017) e "A Vida São Dois Dias" (2022), além de curtas como "Charizard" (2012), "Mauro em Caiena" (2012) e "Vando Vulgo Vedita" (2017). Obras do cineasta estão disponíveis de forma gratuita ou para locação no site da Embaúba Play.

Ceará no Olhar de Cinema

Além das premiações para "Greice", o festival de Curitiba teve outras participações do cinema cearense de destaque. O longa "A Mensageira", que recebeu o troféu de Melhor Som, conta com profissionais do Estado na equipe premiada. Já o filme de encerramento, "Salão de Baile", exibido fora de competição, tem direção de Juru, cearense, e Vitã.

Veja também

Na edição de 2023 do Olhar de Cinema, outro longa cearense havia sido premiado. "Quando eu me encontrar", dirigido e escrito por Amanda Pontes e Michelline Helena, venceu como Melhor Roteiro, pelo júri oficial, e Melhor Longa, pelo prêmio da crítica. A produção tem previsão de estreia nos cinemas em 19 de setembro.

Confira lista de premiados em 2024

Competitiva Brasileira | Longa

  • Prêmio Olhar de Melhor longa-metragem

Greice, Leonardo Mouramateus

  • Prêmio de Melhor Direção

Tijolo por tijolo, Victoria Alvares, Quentin Delaroche

  • Prêmio de Melhor Roteiro

Greice, Leonardo Mouramateus

  • Prêmio de Melhor Atuação

Greice, Amandyra

  • Prêmio de Melhor Direção de Arte

Praia Formosa, Ana Paula Cardoso

  • Prêmio de Melhor Direção de Fotografia

Praia Formosa, Flávio Rebouças

  • Prêmio de Melhor Som

A mensageira, Lucas Coelho, Ana Penna, Vinicius Barreto, David Terra

  • Prêmio de Melhor Montagem

Tijolo por tijolo, Quentin Delaroche

Competitiva Brasileira | Curta

  • Prêmio Olhar de Melhor Curta-metragem

Caravana da Coragem, Pedro B. Garcia

  • Prêmio Especial do Júri

Povo do coração da terra, Coletivo Guahu’i Guyra

Competitiva Internacional

  • Prêmio Olhar de Melhor longa-metragem

Pepe, Nelson de los Santos Arias

  • Prêmio Especial do Júri

As noites ainda cheiram a pólvora, Inadelso Cossa

  • Prêmio Olhar de Melhor curta-metragem

Minha Pátria, Tabarak Abbas

Novos Olhares

  • Prêmio Olhar de Melhor longa-metragem

Idade da Pedra, Renan Rovida

Prêmio do Público

  • Melhor longa-metragem

Caminhos Cruzados, Levan Akin

  • Melhor curta-metragem

Viventes, Fabrício Basílio

Prêmio da Crítica Abraccine

  • Melhor longa-metragem

Tijolo por Tijolo, Victoria Alvares, Quentin Delaroche

  • Melhor curta-metragem

Cavaram uma cova no meu coração, Ulisses Arthur

Prêmio AVEC-PR Ari Candido Fernandes

  • Melhor filme

Quarto Vazio, Julia Vidal

  • Menção Honrosa

Baobab, Bea Gerolin