O que a estadia de Evandro Leitão no Governo aponta sobre a sucessão estadual

Foge do habitual a agenda intensa de compromissos na Capital e no Interior; geralmente, a substituição é protocolar

Legenda: Evandro Leitão é o atual presidente da Assembleia Legislativa do Estado
Foto: José Leomar

Presidente da Assembleia Legislativa do Estado, o deputado Evandro Leitão (PDT) fará uma curta, porém intensa estadia de sete dias a frente do Governo do Estado na ausência do governador Camilo Santana e da vice, Izolda Cela.

A agenda de compromissos do chefe temporário do Palácio Abolição inclui viagens praticamente todos os dias e para regiões estratégicas do Estado. Não é comum essa agitação em uma passagem tão rápida pelo cargo. Geralmente, não passa de algo protocolar.

Deputado Evandro Leitão, governador em exercício do Ceará
Legenda: A passagem de Evandro pelo Abolição foge da protocolar substituição do chefe do Executivo
Foto: Reprodução Redes Sociais

A rodada de andanças começou em Fortaleza, nesta segunda (25), mas passará pela Zona Norte, nesta terça-feira (26), onde estará em Sobral e Santana do Acaraú. Ainda na terça, Evandro vai a Chorozinho, terra de um dos prefeitos aliados dele, Júnior Castro. Até domingo, ele vai ainda ao Cariri, ao Sertão Central, aos Inhamuns.

O combinado entre ele e o governador Camilo Santana foi o prosseguimento normal das atividades que o governador já vinha cumprindo e que incluem ações de governo que têm um viés político forte com a entrega de obras, inclusive presencialmente, assinatura de ordens de serviço e mobilização de prefeitos aliados nos municípios. 

Evandro é um dos nomes mais próximos de Camilo Santana fora do PT. Antes de chegar à Presidência da Assembleia Legislativa, cuja articulação passou pelo Abolição, Evandro foi líder do governo na Casa ainda na primeira gestão petista.

Além disso, Evandro é um dos pré-candidatos do PDT ao Governo do Estado. A estadia temporária no Abolição dá a ele uma visibilidade diferenciada. A agenda de compromissos deixada por Camilo para o parlamentar não é corriqueira. Ao contrário, é estratégica. 

Definições no grupo governista

Como se sabe nos bastidores, a decisão sobre quem será o ungido do grupo governista para liderar a sucessão e concorrer ao governo passa longe desta estadia temporária no Abolição.

Isso não significa nada, até pelo tempo que levará para haver a definição, que estará nas mãos de Ciro, Cid e Camilo. Mas, no momento, o ganho de visibilidade conta pontos para os concorrentes internos no PDT.  

Roberto Cláudio em entrevista à Rádio Verdes Mares
Legenda: Roberto Cláudio tem cumprido agenda de compromissos na Capital e no Interior

Além de Evandro, Roberto Cláudio, ex-prefeito da Fortaleza, tem cumprido intensa agenda de compromissos na Capital e no Interior, com forte apelo de arregimentar forças.

Mauro Filho na Câmara dos Deputados
Legenda: Licenciado do mandato de deputado federal, Mauro Filho também vem se articulando para chegar forte em 2022

Mauro Filho, igualmente, tem atuado nos bastidores em busca de fortalecer seu nome e andado no Interior ao lado de Ciro Gomes.

Dos nomes postos, apenas Izolda Cela tem feito acenos mais discretos até o momento, entretanto, não é carta fora do baralho. Não mesmo.