Avanço da vacinação causa queda de infecções e mortes nos municípios, mas tem gente que é contra

Associação dos Prefeitos do Ceará vê melhora no quadro, mas pede respeito às normas sanitárias por enquanto

Presidente da Aprece, Júnior Castro
Legenda: O Estado caminha para um cenário de normalidade, diz o presidente da Aprece
Foto: Helene Santos

A Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece) está otimista quanto ao controle da pandemia da Covid-19 no Estado, embora considere que ainda é preciso respeito aos protocolos. 

De acordo com o presidente da Instituição, Júnior Castro, que é prefeito do Município de Chorozinho, está em andamento um processo de queda drástica nas infecções e nas mortes, quando se olha o todo dos 184 municípios cearenses.

Em setembro, segundo os dados do Integrasus, plataforma lançada pelo governo do Estado, mais de 150 municípios não registraram mortes por Covid-19 em setembro. Esse número vem crescendo mês a mês.

O gestor atesta que ao passo que cresce a curva da população vacinada, decresce a de casos e óbitos nos municípios.

Ele reforça, entretanto, que ainda não é momento de relaxar as medidas de combate ao vírus, mas que o estado caminha firme para isso.

"Não consigo entender como ainda tem gente (na política) que é contra a vacina, que defende a não vacinação. Um absurdo".
Júnior Castro
Presidente da Aprece

Pois é, este colunista também não consegue entender. O lado bom é que a imensa maioria da população quer mais vacina no braço. Inclusive, os jovens.