Pode pintar medalha cearense nos Jogos de Tóquio? Saiba quem tem chance

Ceará quer voltar a subir no pódio após Shelda (2000 e 2004) e Márcio Araújo (2008)

Ana Patrícia e Rebecca
Legenda: A cearense Rebecca pode obter, junto à mineira Ana Patrícia, uma medalha olímpica em Tóquio
Foto: Divulgação

O Estado do Ceará terá 10 'representantes' entre nascidos e radicados na Terra da Luz durante os Jogos de Tóquio, que começa com as primeiras disputas nesta terça-feira (20).

É fato que estar nos Jogos já é uma conquista e tanto para todos os nossos representantes. Mas entre eles, pelo menos 5 tem chances reais de subir ao pódio e igualar conquistas da cearense Shelda (prata em Sidney 2000 e Atenas 2004) e Márcio Araújo (prata em Pequim 2008). A análise contou com o apoio do jornalista Ícaro Joathan, apaixonado por esportes olímpicos, e autor do blog Bolha Olímpica.

Veja quem tem as melhores chances

Rebecca

Legenda: A cearense Rebecca é uma das atrações do evento no Rio de Janeiro
Foto: Wander Roberto / Inova foto .CBV

A cearense Rebecca, que faz dupla com Ana Patrícia no vôlei de praia, tem boas credenciais por conquista de pódio após a prata na última etapa do Circuito Mundial, disputada na Suíça em junho. As atletas perderam somente para as líderes do ranking, as também brasileiras Ágatha e Duda.

Marlon Zanotelli

Legenda: Marlon Zanotelli, do hipismo, representará o Ceará nas Olímpiadas de Tóquio
Foto: Alexandre Castello Branco/COB

Outro atleta que vive bom momento na carreira, Marlon Zanotelli, maranhense radicado no Ceará, também tem chances no hipismo, após entrar no top 10 do ranking mundial da modalidade Salto FEI Longines.

Adriana 'Doce'

Legenda: Adriana Cardoso, ponta direita do Bera Bera, da Espanha, está entre as convocadas da Seleção Brasileira feminina de Handebol para os Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: Reprodução / Instagram

Única brasileira a integrar esporte coletivo, Adriana "Doce" faz parte da seleção olímpica de handebol. Campeã do mundo em 2013, a equipe brasileira atua em alto nível e pode chegar às fases finais da competição.

Silvana Lima

Silvana Lima será representante cearense em Tóquio
Legenda: Silvana Lima será representante cearense em Tóquio
Foto: Foto: Tatai

O surfe estreia nos jogos e está cercado de expectativas e incertezas. Campeã de circuitos internacionais ao longo da carreira, Silvana Lima tem esperanças de alcançar medalha e pode surpreender.

Ana Cláudia Lemos

Legenda: Ana Cláudia Lemos representou o Ceará nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: Wagner Carmo/CBAt

O Brasil também tem uma boa equipe para o revezamento 4X100 feminino. E a cearense Ana Cláudia Lemos é uma das integrantes. Se superar as falhas técnicas de competições anteriores, o time pode chegar na prova final e tentar surpreender.

Outros cearenses

Os demais participantes que representam o Estado, Vittoria Lopes e Manoel Messias (Triatlo), Luiz Altamir (Natação), Laila Férrer (Lançamento de dardos) e Thiago Monteiro (Tênis) também podem surpreender na competição. Vamos ficar na torcida!