Copa do Brasil em 2020 tem peso histórico maior para o Ceará que em outros anos; saiba o porquê

Alvinegro consegue emplacar grande campanha na Copa do Brasil com todos os times de ponta do futebol brasileiro

Legenda: Vina acertou lindo voleio que fez o Ceará desclassificar o Santos da Copa do Brasil. Peixe é um dos representantes brasileiros na fase mata-mata da Libertadores
Foto: Kid Júnior

O Ceará Sporting Club chegou à fase de quartas de final da Copa do Brasil, quando enfrentará o Palmeiras nas próximas duas quartas-feiras (11 e 18). Veja horários.

Para muitos, é mais uma boa campanha. A sexta vez que o Vovô chega nesse estágio da competição. Em 1994, foi à final. Em 2011 e 2005, às semis. Portanto, o ano de 2020 ainda teria que "comer feijão" para chegar aos outros três anos citados. Certo? Para mim, em parte.

Veja também
>Ceará tenta trilhar caminho de sucesso de 1994

A Copa do Brasil de 2020 tem um peso muito superior às demais, mesmo a que o Alvinegro chegou à decisão, na fatídica e injusta final contra o Grêmio em 1994.

A explicação é simples. As Copas do Brasil que ocorreram antes de 2013 eram competições de nível muito inferior. De 2001 a 2013, figuravam a competição somente equipes do segundo escalão do futebol brasileiro, ou seja, times que não representavam o País na Taça Libertadores da América. 

De 1989 a 2000, na primeira década da Copa do Brasil, um desnível técnico ainda maior. Poucos times da primeira divisão participavam, de fato, do torneio. Somente os campeões e vices estaduais, desde federações com pouca tradição no futebol até às potências participavam igualitariamente do certame, fato que rendeu à Copa BR a alcunha de "torneio mais democrático do País"

Um Estado como São Paulo, com 5 a 7 times na 1ª divisão do Brasileiro nos anos 90, só tinha direito a ter dois participantes (apesar de ser permitida participação de clubes da Libertadores).

Portanto, é incomparável o nível de dificuldade da atual Copa do Brasil para as competições que o Vovô foi bem no passado. Para chegar até aqui, o Alvinegro teve de eliminar 5 times, com direito a duas partidas únicas fora de casa, às quais várias equipes da primeira divisão derraparam, disputa de pênaltis. Por fim, teve de eliminar o Santos, um time classificado para a fase mata-mata da Libertadores.

A campanha do Ceará já é histórica e merece reverências.

Veja a fórmula de disputa da Copa do Brasil nos anos de destaque do Ceará:

  • 1993 - Somente campeões e vices estaduais (quartas de final)
  • 1994 - Somente campeões e vices estaduais (final)
  • 1997 - Somente campeões e vices estaduais (quartas de final)
  • 2005 - Sem participação das equipes da Libertadores (semifinal)
  • 2011 - Sem participação das equipes da Libertadores (semifinal)