O que dar de presente neste dia de Natal?

Estamos aqui, principalmente, para ganhar tempo. Mais tempo de abraço, de conversa, de café quente, de mãos dadas

Presentes de Natal vão além de pacotes
Legenda: Mas quando penso sobre o que dar de presente aos tantos quantos tenho e não tenho na vida só consigo querer situações de amor
Foto: Pexels

Qual é o tamanho da nossa história? Quantos e tantas medidas nos trouxeram hoje ao que somos, ao que queremos, sonhamos... Esperamos. O que queremos neste dia de Natal ? Qual é o nosso maior desejo? A maior saudade? O que oferecer e esperar de presente de quem amamos? Queremos, além de pacotes, sentimentos.

Esses quase dois anos de pandemia nos ensinaram tanto sobre ter e não ter. Amar e ganhar. Perder. Tempos em que amor e dor se misturaram nos versos da nossa história, na memória das nossas sensações. Distâncias. Muito de tanto. Entretanto, os tempos de lições são todos os dias.

Na escola, no trabalho, no tráfego. Vendo novela, fechando os olhos. Suspirando, perdendo o fôlego, acelerando o coração. Todo dia nossa pele faz memória, nossa mente se expande frente a tudo quanto encontramos nos nossos meios de caminhos. Ou deixamos de ver. Ter nos impulsiona.

Mas quando penso sobre o que dar de presente aos tantos quantos tenho e não tenho na vida só consigo querer situações de amor. Porque essas se multiplicam, se transformam e têm tantos modelos que ser infinito é ser certeza. Embora não saibamos o tamanho daquilo que não tem fim.

Colo, acolhida, abrigo. Cafuné, poesia, abraço. Gratidão. Silêncio, canção. Empatia, compreensão. Como pode ser transformador o poder de uma escuta. Reconhecimento. Uma flor caída na grama pode ser oferenda de amor. Todo amor do mundo.

Não tem preço, mas temos escolha. Nas prateleiras da vida temos a saída, quando o dar de presente vai além dos embrulhos de amigo secreto que rondam nossos dias de dezembro. Gostamos de presentes concretos, sim. Bastante. Mas estamos aqui, principalmente, para ganhar tempo.

Mais tempo de abraço, de conversa, de café quente, de mãos dadas, de olho no olho. Tempo para gargalhar entre amigos, amores. Tempo para celebrar, cantar. Ouvir e recontar as nossas próprias histórias entre suspiros, sorrisos e saudades.

Natal
Legenda: Mas quando penso sobre o que dar de presente aos tantos quantos tenho e não tenho na vida só consigo querer situações de amor
Foto: Pexels