Ceará soma sete convocações para Seleção Brasileira de base desde 2019 e mostra força com CBF

O último jogador chamado foi o zagueiro Rhuan Pedro, do Sub-15

João Victor com mãos juntas em ato de concentração
Legenda: O atacante João Victor, de 17 anos, está no time principal do Ceará e foi convocado para a Seleção Brasileira
Foto: Pedro Chaves / Ceará

O Ceará está no radar da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para a Seleção Brasileira de categorias de base. Eleito o melhor processo de formação do Nordeste, o clube soma sete convocações desde 2019, quando intensificou os investimentos na Cidade Vozão, em Itaitinga.

Dentre os jogadores, o último nome chamado foi o zagueiro Rhuan Pedro, do Sub-15. O jogador é o único de um time da região na lista anunciada para a equipe nacional da categoria. Em 2020, o atacante João Victor e o meia David, duas vezes, também foram convocados, mas para o Sub-17.

Convocação do Ceará para Seleção Brasileira de base

  • 2019: Dr. Márcio Gadelha convocado para Sub-20 do Brasil
  • 2020: Dr. Márcio Gadelha convocado para Sub-20 do Brasil
  • 2020: Meia David convocado para Sub-17 do Brasil
  • 2020: Meia David convocado para Sub-17 do Brasil
  • 2020: Atacante João Victor convocado para Sub-17 do Brasil
  • 2021: Zagueiro Rhuan Pedro convocado para Sub-15 do Brasil
  • 2021: Dr. Joaquim Garcia convocado para Sub-15 do Brasil

O processo é acentuado quando se aborda a metodologia própria do clube de desenvolver jogador. Nos últimos três anos, a CBF mandou representantes ao CT da base alvinegra para estudar os motivos do crescimento e dos resultados, principalmente com nomes como o centroavante Arthur Cabral (23), do Basel-SUI, e do lateral esquerdo Felipe Jonathan (23), do Santos.

“Os profissionais da CBF ficam impressionados quando chegam aqui pois percebem que a nossa estrutura não deixa a desejar para a oferecida em outros clubes. Os pilares para formar a gente oferece, como alimentação, alojamento, acompanhamento psicológico e técnico. Isso traz uma valorização no mercado e reconhecimento para os atletas”.
Israel Portela
Diretor da base do Ceará

A entidade forneceu feedback positivo para o clube e até mandou profissionais de diferentes setores para uma análise mais aprofundada. Esse dossiê permitiu que o staff do Ceará também entrasse nos dossiês da seleção. Assim, profissionais foram chamados.

Médicos conversam em campo de futebol
Legenda: O Dr. Joaquim Garcia foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-15 em 2021
Foto: divulgação / Ceará

O mais recente foi o Dr. Joaquim Garcia, convocado para testes da equipe Sub-15 antes do Sul-Americano da categoria. Em 2019 e 2020, o Dr. Márcio Gadelha, foi chamado para amistosos do Sub-20 nacional.

Logo, o staff acumula três convocações com dois profissionais, enquanto o grupo de revelações foi contemplado quatro vezes, com três nomes. Na concepção histórica, o Ceará atinge reconhecimento máximo de uma instituição e pode sonhar com mais visibilidade do trabalho da gestão na CBF.

Cidade Vozão

A Cidade Vozão, em Itaitinga, é o equipamento do Ceará responsável por centralizar as principais atividades da base alvinegra. Apesar da pandemia, a diretoria manteve os investimentos para melhorar a estrutura e também o quadro principal de funcionários.

Fachada da Cidade Vozão, em Itaitinga
Legenda: A Cidade Vozão, em Itaitinga, é a sede das categorias de base do Ceará
Foto: Divulgação/Cearasc.com

No momento, o clube realiza o alargamento de todos os campos para padrões oficiais e constrói um campo sintético para maior dinâmica das atividades. O setor recebe partidas da base e já foi utilizado pelo principal durante o Campeonato Cearense.