Para ter êxito é preciso planejar, treinar e executar

Foto: shutterstock

A vida é o nosso bem mais precioso e, por isso, ela requer cuidados. Planejar a nossa vida, saber onde estamos e visualizar onde queremos chegar é como o primeiro capítulo de um livro, que apresenta seu enredo e mostra para onde ele vai nos levar.

Assisti à partida de futebol entre Fortaleza e São Paulo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, e vou usar o exemplo de êxito da equipe, que tem o nome da capital do Ceará, para falar sobre uma trajetória que é um bom exemplo de planejamento.

No trabalho do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda, que está no comando do time há 4 meses, e da comissão técnica; ficou nítido que realizaram uma ótima preparação para a competição, com um modelo de jogo moderno e bem estudado, que culminou com um resultado que o time nunca havia conquistado antes na sua história.

O trabalho de planejamento da diretoria aliado com o trabalho técnico possibilitou ao Fortaleza uma vaga nas semifinais da competição. O resultado positivo veio através do trabalho bem executado ao longo de todo o processo de preparação da equipe de Vojvoda. O time teve coragem, dedicação e determinação para atingir este feito. A contratação do técnico argentino foi bem planejada e foi uma escolha muito feliz do presidente Marcelo Paz.

Podemos passar pela vida como algo pueril e sem sentindo, mas se tivermos a consciência do valor de uma vida podemos evoluir e deixar um legado construtivo, uma história, por menor que você ache que ela seja, tem sua importância e ficará registrada para quem quiser conhecê-la e inspirar-se.

No esporte, como na vida, a compreensão de sua dinâmica gera alegrias e tristezas, caos e tranquilidade, vitórias e derrotas; metáforas que se casam muito bem. Em competições esportivas, o potencial humano e técnico para evoluir e desabrochar é ilimitado. Para termos uma boa performance temos que ter dedicação e paixão pela vida a todo instante.

Durante a preparação técnica e humana do meu time, a um mês do início da competição nacional, vejo a minha equipe como um organismo vivo e o resultado será determinado pela capacidade de atenção e envolvimento de cada membro.

Vemos hoje nações que não se planejam para atender as necessidades de seu povo, que não respeitam a democracia, que não têm comprometimento com a verdade e com os fatos reais, que leva a um declínio global da vida humana.

Quem vê a vida como uma via de crescimento e elevação espiritual, vive como membro de uma grande equipe, que é a humanidade. E escolhe o caminho de fazer o bem, da luz e da comunhão. Planeje, execute e viva a vida em pleno movimento.

*Esse texto reflete, exclusivamente, a opinião do autor.