Giovane e Serginho são anunciados no Hall da Fama do Vôlei

Os astros brasileiros irão receber a premiação nos dias 15 e 16, nos Estados Unidos

Montagem com fotos de Giovane e Serginho
Legenda: Giovane e Serginho são ídolos do vôlei brasileiro e conquistaram grandes resultados nas Olimpíadas
Foto: CBV e COI

O Brasil tem novos representantes no Hall da Fama do Vôlei. Giovane Gávio e Serginho foram eleitos para a classe 2021 através de George Mulry, diretor-executivo da entidade, na noite desta segunda-feira (10). A dupla, aposentada das quasras, recebe cerimônia no EUA nos dias 15 e 16 de outubro, em Massachusetts.

"Holyoke, Massachusetts, é onde todo jogador quer encerrar sua carreira. E nosso grupo de votantes, todos integrantes do Hall da Fama, incluindo Nalbert e Maurício, selecionaram vocês dois, Giovane e Sergio, como dois dos nove que serão agraciados", anunciou Mulry.

A surpresa emocionou Giovane. "Sinceramente, é difícil falar. É uma emoção diferente, um momento marcante, de reconhecimento e muita alegria. Por todo o esforço e dedicação de tantos anos. Fico feliz em poder estar ao lado do Escada também, um parceiro de tantas conquistas que não foram só nossas, foram do povo brasileiro", afirmou o medalhista olímpico de ouro nos Jogos de Atenas-2004, na Grécia, e Barcelona-1992, na Espanha.

Serginho, considerado o melhor líbero da história e que conquistou o ouro na Olimpíada de Atenas e do Rio de Janeiro, em 2016, disse que não imaginava que seria escolhido para o Hall da Fama.

"Eu não sei nem o que falar. Eu sou um cara que chora muito. Mas a nossa geração realmente marcou muito mina vida. Eu jogo vôlei por causa dessa geração do Giovane e do Maurício e o Nalbert tenho como meu eterno capitão. É demais saber que estou nessa situação hoje por culpa de vocês", agradeceu.

Prêmios do Brasil

O Brasil só tem menos eleitos no Hall da Fama do que os Estados Unidos, criadores da premiação. Vale lembrar também que estrangeiros só começaram a participar em 1998, 10 anos depois dos americanos.

Além de Giovane e Serginho, outros brasileiros já fazem parte do Hall da Fama do Vôlei: Bernard, Maurício, Giba, Nalbert, Fofão, Ana Moser, Emanuel, Loiola, Jackie Silva, Shelda, Adriana Behar e Sandra Pires, além de Carlos Arthur Nuzman e Bebeto de Freitas

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte