MC Fioti grava clipe do 'hino da vacinação' no Instituto Butantan; veja imagens

Funcionários do centro de pesquisa dançaram funk na produção audiovisual

Cenas foram gravadas no próprio Instituto Butantan
Legenda: Cenas foram gravadas no próprio Instituto Butantan
Foto: Matheus Suburbano/Divulgação

Após o hit “Bum Bum Tam Tam” ter virado o hino da Coronavac — vacina criada pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac Life Science — o MC Fioti, paulista dono do hit que tem mais de 1 bilhão de visualizações no YouTube, gravou o "Remix Vacina Butantan". A composição leva mensagem simples e direta, incentivando a população brasileira a se vacinar. A produção audiovisual será lançada neste sábado (23), às 12h, no Canal KondZilla.

Para dar mais autenticidade, o clipe foi gravado no Instituto Butantan e contou com a participação de funcionários que dançaram funk durante a gravação. “Será de uma maneira diferente que o recado será dado, porque o funk é muito importante para nossa comunidade e muda muito a vida de jovens na periferia. Essa junção da ciência com o funk vai fazer a molecada se conscientizar e tomar a vacina. Isso vai ser muito importante e vai ter um impacto grande”.

Produção audiovisual leva roteiro semelhante ao clipe anterior, mas com nova mensagem
Legenda: Produção audiovisual leva roteiro semelhante ao clipe anterior, mas com nova mensagem
Foto: Matheus Suburbano

Com direção de Kaique Alves, a produção audiovisual foi gravada em dois dias. As primeiras cenas foram em estúdio revivendo o clipe de 2017, quando MC Fioti faz um pedido para o gênio da lâmpada. No novo clipe, ele convoca o mesmo gênio e cobra que faltam dois pedidos: o  primeiro, a cura do coronavírus e o segundo, a  paz, amor e saúde para humanidade.

“Estou muito feliz com esse trabalho. Esse dia foi, sem dúvida, um momento histórico e gratificante demais na minha vida. Ainda não caí na real, nem acredito que estou aqui. Isso aqui vai ficar na minha história e na história do funk. O pessoal vai falar ‘mentira, eles não fizeram isso’. Eu vou responder com orgulho: Fizemos! É o funk brasileiro se unido a ciência para ajudar o nosso povo e acabar de uma vez com essa pandemia. Vamos nos vacinar!", finalizou MC Fioti.

Vida

Artista da KondZilla Records, Leandro Aparecido Ferreira (MC Fioti), 26, é o caçula da dona Lucia Aparecida Ferreira, que criou os seis filhos, sozinha na comunidade de Capão Redondo, zona sul de São Paulo, trabalhando como empregada doméstica. Fioti tem orgulho em dizer que foi com o funk que ele conseguiu dar uma vida melhor para sua mãe que não precisa mais trabalhar.

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit