Mulher morre de Covid-19 dias após parto de emergência no Rio Grande do Norte; bebê sobreviveu

Amanda manifestou sintomas da doença no começo deste mês e acabou tendo que passar por uma cesariana emergencial na semana passada

Mãe morre por Covid após parto de emergência
Legenda: Amanda deixa três filhos: o recém-nascido, um de 2 e outro de 11 anos
Foto: Arquivo pessoal

Uma mulher que foi submetida a um parto de emergência em Natal, no Rio Grande do Norte, morreu por complicações da Covid-19. Amanda Gabriela Lima da Costa tinha 30 anos e faleceu nessa segunda-feira (15), quatro dias após dar à luz.

O bebê, que é um menino, passa bem e se encontra sob cuidados de familiares. Amanda estava internada em estado grave na UTI do Hospital Giselda Trigueiro, em Natal. As informações são do G1 RN.

A vítima estava grávida de 33 semanas, quando foi internada com Covid na última quinta-feira (11) e precisou passar por uma cesariana emergencial. O bebê recebeu alta no dia seguinte, enquanto Amanda acabou sendo transferida para UTI no domingo (14).

Piora 

Com estado de saúde já agravado desde que foi para a UTI do Hospital Giselda Trigueiro no domingo, a mulher precisou ser intubada. Após 20 minutos do procedimento, a família relata que ela teve uma série de três paradas cardíacas antes de morrer. 

Sintomas apareceram no começo de março 

"Os sintomas apareceram por volta do dia 3 de março. Febre, gripe e diarreia. Na segunda-feira, dia 8, ela começou a sentir cansaço, fomos três dias seguidos na urgência do Hospital Berlamina Monte em São Gonçalo, onde nessa última ela foi encaminhada para o Hospital Santa Catarina, na Zona Norte (de Natal)", informou Allan Lima, irmão de Amanda. 

Ela deixa três filhos: o recém-nascido, um de 2 anos e outro de 11. A mulher morava em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Natal.