Pai e filha estão desaparecidos há mais de 24 horas após deslizamento de barreira no Grande Recife

Corpos de mãe e filho adolescente já foram encontrados na casa onde residia a família, que foi atingida

Esta é uma imagem da familia cuja casa foi atingida por deslizamento de terra na Grande Recife
Legenda: Casa de família é atingida por deslizamento de terra
Foto: Acervo da família/Reprodução

O Corpo de Bombeiros de Recife segue em buscas de pai e filha desaparecidos após o deslizamento de uma barreira de 50 metros no Grande Recife. A casa da família de Osvaldo Pessoa de Siqueira, de 39 anos, e Isabeli Pessoa de Siqueira, de 12 anos, foi soterrada depois que fortes chuvas atingiram a região metropolitana da capital de Pernambuco. 

Pai e filha estão desaparecidos há mais de 24 horas. Na última sexta-feira (14), dois corpos foram encontrados: Ótavio Pessoa de Siqueira, de 16 anos, e Sílvia Regina da Silva, de 36 anos. Pai, mãe e os dois filhos do casal estavam na residência, em Cavaleiro, no momento da queda da barreira em Jaboatão dos Guararapes, na última quinta-feira (13). 

Segundo o Corpo de Bombeiros, a área onde ocorreram as mortes ainda é de risco, sendo necessária atenção constante para que as equipes não sejam atingidas por um novo deslizamento. O solo do local está encharcado, o que dificulta ainda mais o trabalho de máquinas e de pessoas no resgate. 

As equipes de resgate utilizaram uma retroescavadeira para demolir o que restou da casa onde a família vivia na tentativa de localizar pai e filha. Dois cães também auxiliam os bombeiros na busca dos desaparecidos. 

Moradores da região se mobilizaram para retirar a lama e os destroços na área atingida pela barreira de terra. Os bombeiros tentam isolar a área. Na noite de sexta (14), vizinhos, amigos e voluntários de igrejas levaram café e comida para as equipes de resgate. 

'Fatalidade'

Em nota, a prefeitura de Jaboatão lamentou "fatalidade ocorrida na noite de quinta-feira, no bairro de Cavaleiro, e se solidariza com a família nesse momento de perda”.

A gestão municipal informou ainda que está prestando apoio aos familiares das vítimas, os quais estão sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania. 

Equipes da Defesa Civil também foram deslocadas para o local do incidente para avaliar o cenário após as fortes chuvas. Ao todo, cinco imóveis foram interditados por estarem em situação de risco, e moradores estão em casas de outros familiares. 

Outros deslizamentos

As fortes chuvas provocaram outros deslizamentos em Jaboatão. Cinco casas foram atingidas e uma mulher sofreu ferimentos leves no bairro de Jardim Monteverde. Ainda de acordo com a prefeitura, a Defesa Civil esteve no local e interditou duas casas. 

Em Sucupira também houve deslizamento. Uma criança sofreu ferimentos leves, conforme o comunicado da gestão municipal.