Filho de desembargador é morto a facadas por vizinho após briga por barulho em MG

Júlio César Lorens Júnior tinha 'desavenças anteriores' com agressor, preso em flagrante

frame de vídeo mostra vizinhos brigando
Legenda: Briga foi registrada em câmera do prédio
Foto: Reprodução

Um homem de 28 anos foi morto a facadas por um vizinho idoso de 67 após uma briga motivada por barulho em Belo Horizonte (MG) nessa quinta-feira (19).

A Polícia Militar informou ao portal G1 que o professor de História Júlio César Lorens Júnior — filho do desembargador Júlio César Lorens, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) — se incomodou com o barulho feito no apartamento do vizinho e foi até lá. Nas imagens, o idoso abre a porta com uma faca na mão e é atingido por spray de pimenta pelo jovem, esfaqueado no tórax em seguida.

O idoso afirmou à Polícia ter visto o professor, com quem tinha tido "desavenças anteriores", com objeto na mão pelo olho mágico e o golpeou para se defender. Apesar de ser socorrido por moradora, a vítima morreu no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. O suspeito do crime foi preso em flagrante.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil