Fiocruz receberá dois lotes de IFA neste mês para retomada de produção da vacina contra a Covid-19

A previsão é que o insumo seja entregue nos próximos dias 22 e 29 de maio

vacina oxford/fiocruz
Legenda: Lote com 4,1 milhões de doses do imunizante será enviado nesta sexta-feira (14) ao governo federal
Foto: Gabriel Bouys/AFP

Mais duas remessas do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), usado na produção da vacina contra a Covid-19, chegarão ao Brasil nos próximos dias 22 e 29 de maio. O insumo será enviado ao Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que fabrica o imunizante em parceria com a Universidade de Oxford.

vacina oxford/fiocruz
Legenda: Lote com 4,1 milhões de doses do imunizante será enviado nesta sexta-feira (14) ao governo federal
Foto: Gabriel Bouys/AFP

Com os novos lotes, a Fiocruz informou que as entregas programadas para as três primeiras semanas de junho estão garantidas. 

Já a quantidade de IFA disponível atualmente sustentará a produção até "meados da próxima semana", o que garantiria os repasses de doses somente até a primeira semana de junho.

Suspensão

Ainda assim, a Fundação confirma que "haverá uma interrupção na produção de alguns dias na próxima semana". O envase deverá ser retomado após o desembarque do primeiro volume do IFA no dia 22. 

"O cronograma de entregas permanece semanal, sempre às sextas-feiras, conforme pactuado com o Ministério da Saúde, seguindo a logística de distribuição definida pela pasta", pondera a Fiocruz.

A capacidade atual de produção no CTV de Bio-Manguinhos é de um milhão de doses da vacina anticovid por dia. 

Nesta sexta-feira (14), por exemplo, a instituição prevê o repasse de 4,1 milhões de doses do imunizante ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. Ao todo, a Pasta totalizará 34,3 milhões de vacinas recebidas pela Fiocruz, o equivalente a mais de 40% dos imunizantes para a Covid-19 disponíveis no país. 


 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil