Após Bahia, Maranhão e Piauí assinam compra da vacina Sputnik V

O Ceará deve finalizar processo de aquisição ainda nesta semana, de acordo com o governador Camilo Santana

Governo do Maranhão assina compra da vacina Sputnik V
Legenda: Governador do Maranhão, Flávio Dino, comemorou a aquisição nas redes sociais
Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

Os governadores do Maranhão e Piauí, Flávio Dino e Wellington Dias, assinaram, nesta quarta-feira (17), o contrato de compra da vacina Sputnik V, contra a Covid-19. Com isso, três estados do Nordeste já formalizaram a compra. O Ceará deve firmar contrato para aquisição de 5,8 milhões de doses ainda nesta semana, segundo Camilo Santana. 

O chefe do Executivo cearense sancionou lei que permite a compra do imunizante russo. Ação foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado nessa terça-feira (16).

Para o Maranhão, são pretendidas 4.582.861 doses da Sputnik V. "Estamos enviando o contrato hoje para a empresa russa. Expectativa é conclusão da compra e início das entregas em abril", afirmou Flávio Dino, governador do estado, por meio do Twitter. 

Já o governo do Piauí divulgou vídeo celebrando o contrato com o Fundo Soberano Russo. "Fruto de meses de negociações pelo Consórcio Nordeste para trazer mais vacinas para o nosso país. É pelos nordestinos e pelos brasileiros!", comemorou o governador Wellington Dias, nas redes sociais.

Bahia foi o primeiro estado do NE a comprar 

O Governo da Bahia adquiriu, na última sexta-feira (12), 9,7 milhões de doses da vacina russa Sputnik V. O contrato firmado é entre a Bahia e o Fundo Soberano Russo.

Segundo o governo baiano, o primeiro lote do imunizante chegará em abril. A quantidade de doses não foi informada. 

Aprovação da Anvisa 

A Sputnik V ainda não tem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o Governo do Ceará informou nessa terça-feira, autoridades do órgão se comprometeram a aprovar em sete dias úteis a documentação solicitada ao Fundo Soberano Russo para dar continuidade à análise do uso emergencial.