Estudante é violentada dentro de van no Crato, região do Cariri 

O homem tocou partes íntimas da jovem, que foi obrigada a não esboçar reação

Legenda: Jovem disse que foi obrigada a ficar calada, sem esboçar qualquer reação para que ninguém percebesse a ação do suspeito

Uma estudante de 19 anos foi violentada sexualemente dentro de uma van que faz o transporte público intermunicipal entre Crato e Juazeiro do Norte, no Ceará. O caso aconteceu no último dia 27 de fevereiro, mas só agora foi divulgado.

O homem tocou partes íntimas da jovem por mais de 10 minutos, ameaçando feri-la com um faca caso reagisse.

Segundo a vítima, por volta de 8 horas da noite ela pegou o coletivo no município do Crato e, minutos depois, um homem subiu no veículo, se dirigiu até a parte detrás do veículo e sentou perto da vítima.

"Foram momentos horríveis que eu só fazia chorar em silêncio, sem saber o que fazer, para ninguém perceber", conta. 

Segundo o delegado Diogo Galindo, da Delegacia de Defesa da Mulher do Crato, o suspeito, que ainda não foi identificado nem preso, pode responder por crime de estupro. "No qual não é mais necessária a conjunção carnal, em tese o ato cometido por esse homem extrapola a simples importunação sexual, e ele pode responder por estupro", afirma.

As investigações do caso estão a cargo da Delegacia de Defesa da Mulher do Crato.


 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança