Empate incômodo do Ceará

Veja a análise do comentarista Wilton Bezerra

Ceará América-MG
Legenda: Ceará e América-MG empataram sem gols no Castelão
Foto: Kid Júnior
Ceará e América Mineiro fizeram um primeiro tempo sem imaginação.
 
Mais massa muscular do que massa cinzenta.
 
Jogo tenso, espelhado, perde e ganha interminável e, às vezes, anárquico.
 
Uma bola no alvo para cada um.
 
Na segunda fase, o Ceará foi melhor e eletrificou mais as jogadas ofensivas.
 
O artífice maior foi Fernando Sobral.
 
O sem pulo de Lima e a defesa de Cavichioli foi a melhor coisa  do jogo.
 
Bem que Vina, Marlon e Mendoza podiam ter aproveitado as chances que tiveram.
 
Nos minutos finais, o Ceará deu espaço para o contra-ataque e, quase, Ademir dá a vitória ao América.
 
O resultado em branco não encaixou nos planos de pré-Libertadores do Ceará.