Chega de pensamento elitista no futebol!

O futebol vai além de quem vai para a Libertadores ou disputa a Série A do Brasileiro. Chega de pensamento elitista, preconceito e desvalorizar quem trabalha sério

Taça da Copa do Nordeste exposta no gramado de Pituaçu
Legenda: A "orelhuda", a taça da Copa do Nordeste, o orgulho de uma região, de um povo
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Vi com muita tristeza o comentário de um "radialista" de São Paulo ao xingar o futebol nordestino como 'lixo' e 'porcaria' em um debate. Eu não vou me concentrar na ação dele, que considero xenofobia e discriminação, mas fazer uma reflexão de um pensamento elitista da parte dele.

O cerne do comentário dele foi "que nenhum clube da região iria se classificar à Libertadores, por isso chamou todos o futebol do Nordeste de porcaria e lixo. 

Pensar assim é reduzir o futebol a uma elite, como se apenas os clubes que fossem para uma Libertadores merecessem respeito.

O futebol é bem mais que isso. Não é só elite, só grandes competições. Esse pensamento é raso, é pequeno de quem pensar apenas dentro de uma caixa, de um micro-cosmo elitista.

O futebol do Nordeste é muito grande e dane-se a Libertadores. O futebol da região não precisa se provar para mostrar que é grande.

Eu amo o futebol nordestino. Sei da importância e do tamanho de Bahia, Sport, Ceará, Fortaleza, Vitória, Náutico, Santa Cruz, que são os maiores da região, mas também como não valorizar o trabalho de Altos/PI, Floresta, Retrô/PE, 4 de Julho/PI, entre outros?

Como não se emocionar com a vitória do 4 de Julho contra o São Paulo pela Copa do Brasil em Teresina, do Baraúnas diante do Vasco, ASA diante do Palmeiras, além, claro, de grandes vitórias dos times cearenses contra clubes mais fortes?

Eu digo isso porque como repórter, já cobri jogos de Copa das Confederações e Copa do Mundo, mas também de todas as divisões brasileiras  (A, B, C, e D), Copa do Nordeste, Campeonato Cearense e Copa Fares Lopes.

Sei do valor de todas as competições, de todos os clubes em seus diferentes níveis.

O futebol é mais do que uma elite, uma Série A de Brasileiro. Há muito futebol e dignidade em outras divisões. São trabalhadores, pais de familia, pessoas humildes que lutam diariamente com seu suor. Assim como eu, assim como muitos de vocês.

Eu valorizo demais cada clube, seja ele do tamanho que for, pequeno, médio, grande ou gigante.   

O futebol não se restringe a um grupo restrito de clubes. Eu sempre me incomodei com esse discurso elitista de 12 "grandes", se só considerar times do Sul/Sudeste nesta lista controversa. 
Já ouvi comentaristas e radialistas chamarem times como Ceará, Fortaleza, Náutico, Santa Cruz e Vitória de pequenos e achei um absurdo. Eles são grandes, imensos e suas torcidas e histórias provam isso. 

E o crescimento dos times do Nordeste parece ter incomodado o tal comentarista que me recuso a citar o nome dele aqui. Os clubes do Nordeste são guerreiros, e muitos deles, como Ceará e Fortaleza, passaram anos sem a bonanza do Clube dos 13 e cresceram com as próprias pernas. Enquanto times como Vasco, Botafogo, Cruzeiro, entre outros, vão definhando por administrações deploráveis.

Que o futebol do Nordeste cresça ainda mais, em todas as divisões, conquistando títulos, acessos e glórias, porque a vitória o nosso coração bate mais forte!



Assuntos Relacionados