O que mais leva os nordestinos a desistir de comprar na Black Friday?

Levantamento mostra que valor do frete é o que mais afugenta consumidores do NE

Comércio online
Legenda: Consumidor nordestino ainda tem o frete como barreira nas compras online
Foto: Shutterstock

Pesquisa realizada pelo Promobit com 5 mil consumidores do Nordeste revela que 79% das pessoas afirmam que podem desistir de uma compra online na Black Friday 2021 por conta do valor do frete.

Esse foi o principal motivo de desistência apontado pelos nordestinos, acima inclusive de outros fatores relevantes, como a reputação da loja (66%), condições de pagamento (33%) e prazo de entrega (22%).

O frete sempre foi assunto sensível para os consumidores da região. Além dos valores elevados, os prazos de entrega também compõem as queixas mais comuns.

No entanto, nos últimos anos, o cenário está mudando. Os grandes players do comércio eletrônico, como Amazon e Magalu vêm acelerando os investimentos para otimizar a logística na região. No Ceará, por exemplo, a Amazon iniciou as operações de um centro de distribuição em outubro deste ano.

Problema antigo

“O resultado que a nossa pesquisa coletou reflete a realidade. Porém, essa já foi uma realidade mais comum no passado, há uma tendência de, aos poucos, o mercado ir melhorando nesse sentido. Por exemplo, hoje, estamos vendo fretes menos caros para a região nordeste à medida que os centros de distribuição são expandidos pela região. Em 2021 mesmo, vimos alguns e-commerces anunciando a criação/instalação de centros de distribuição na região Nordeste. Isso pode melhorar o cenário da Black Friday deste ano”, explica Fabio Carneiro, CEO do Promobit.

A pesquisa também apurou quais são os tipos de produtos desejados pelos nordestinos na Black Friday.

Principais intenções de compra dos nordestinos

1º - Smartphone 42%

2º - Computadores e notebooks 38%

3º - Roupas e calçados 36%

4º - Smart TV 34%

5º - Outros eletrônicos 32%

6º - Videogame 25%

7º - Eletrodomésticos 31%

8º - Itens para casa inteligente 23%

9º - Utensílios domésticos 22%

10º - Móveis 20%

 



Assuntos Relacionados