Empresa chinesa inaugura mega parque solar de R$ 1 bilhão no interior do Ceará

Com sede na China, a SPIC é atualmente a maior geradora de energia solar do mundo.

Legenda: Complexo Solar Panati, em Jaguaretama, no Ceará
Foto: SPIC Brasil
Página apoiada por:

A SPIC, gigante chinesa de geração de energia, inaugura, nesta semana, em Jaguaretama, no interior do ceará, seu megaprojeto solar, com investimento de aproximadamente R$ 1 bilhão.

Chamado de Complexo Solar Panati, o empreendimento possui capacidade instalada de 292 MWp.

Em paralelo, a companhia, em parceria com a Canadian Solar, construiu ainda outro parque solar, o Marangatu, no Piauí, também inaugurado oficialmente neste mês. Somados, os projetos receberam aporte de mais de R$ 2 bilhões.

Veja também

Maior geradora de energia solar do mundo

Os ativos marcam a entrada da SPIC Brasil na geração solar no país. O Grupo SPIC, com sede na China, é atualmente o maior gerador de energia solar do mundo.

O empreendimento cearense conta com oito usinas, ocupando uma área de 741,57 hectares.

Cada unidade nova deverá produzir com potência total instalada de 25MW e capacidade de geração de energia elétrica anual de 71.827 MW/h. Assim, a capacidade instalada do complexo pode chegar a 292 MWp - o suficiente para abastecer cerca de 350 mil residências.



Assuntos Relacionados